AUMENTO DA RENDA NÃO MELHOROU NÍVEL DE EDUCAÇÃO

0
205

Como exemplo positivo’ citou a África do Sul’ que enfrentou um duro processo de radicalização entre governo e oposição’ no início dos anos 90. Um pequeno grupo de representantes dos dois lados sentou-se’ secretamente’ para avaliar a situação’ percebendo que a continuidade daquele processo levaria a uma terrível guerra civil. As reuniões secretas prosseguiram por quatro anos’ contando’ inclusive’ com a presença de Nelson Mandela’ que saía secretamente da prisão para esses encontros. Assim’ a guerra civil foi evitada e Mandela’ eleito presidente.

O exemplo negativo deu-se na Alemanha’ no período anterior à Segunda Guerra Mundial’ quando o antissemitismo e as ideias radicais abertamente pregadas pelo partido nazista não foram suficientes para promover uma previsão realista de onde a situação poderia chegar.

Já no Brasil’ nas décadas de 50 e 60′ segundo Bolivar’ havia uma crença quase religiosa de que o crescimento da economia levaria a uma sociedade mais harmoniosa’ com a urbanização promovendo a redução dos conflitos. “Ninguém pensou’ porém’ nas pressões junto ao serviço público’ na necessidade de educação e em outras questões. Com a urbanização’ imaginaram que a satisfação da população aumentaria e’ consequentemente’ a criminalidade diminuiria. Mas quem disse que o crescimento econômico’ pura e simplesmente’ leva ao fim das mazelas e da corrupção?”’ questionou. “Hoje’ fico contente de ver o setor de seguros pensando o futuro do Brasil”’ afirmou.

Segundo Lamonier’ com o crescimento da economia’ disponibilização do crédito e aumento da renda’ uma parcela da população que passou a consumir mais’ mas o tem um nível educacional aterrorizantemente baixo. “Não consigo pensar a classe média assentada sobre o emprego’ com falta de capital humano’ sem base da propriedade pequena e rural”.

O sociólogo disse que o Brasil precisa perder o preconceito contra a iniciativa privada e reduzir o excesso de regulação do estado. “A chegada do PT ao poder reforçou a entrada no debate democrático de grupos que antes não buscavam esse caminho”’ afirmou.

O historiador e sociólogo Bolívar Lamonier iniciou sua palestra na 6ª Conseguro’ que teve como tema o Mercado Segurador no ano de 2025′ citando exemplos positivos e negativos de países que’ em determinados momentos de suas histórias’ tentaram fazer projeções de futuro – algumas bem-sucedidas’ outras nem tanto.

 

Fonte: CNseg

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.