DEMANDA DAS EMPRESAS POR CRÉDITO CRESCE 7’7% EM MARÇO’ APONTA SERASA EXPERIAN

0
238

Após a queda de 4’4% em fevereiro/13′ a quantidade de empresas que procurou crédito cresceu 7’7% em março de 2013 na comparação com fevereiro/13′ conforme apurou o Indicador Serasa Experian de Demanda das Empresas por Crédito. Na comparação com março do ano passado’ a demanda das empresas por crédito recuou 10’4%.

No acumulado do primeiro trimestre de 2013′ a procura das empresas por crédito exibiu queda de 7’0% frente ao primeiro trimestre do ano passado. Apesar da queda’ este primeiro trimestre de 2013 registrou o melhor desempenho desde o segundo semestre do ano passado’ já que haviam ocorridos recuos na demanda das empresas por crédito de 7’4% (3º tri/2012) e de 12’0% (4º tri/12)’ sempre na comparação interanual.

De acordo com os economistas da Serasa Experian’ a alta da demanda das empresas por crédito em março pode ser atribuída ao fim do impacto sazonal adverso do mês de fevereiro (carnaval e menor quantidade de dias úteis) bem como ao processo de retomada’ ainda que num ritmo mais lento do que se inicialmente se esperava’ da atividade econômica.

Análise por porte

As micro e pequenas empresas se destacaram na busca por crédito em março/13′ avançando 8’3% sobre o resultado de fevereiro/13. Já as médias empresas cresceram 0’5% a sua demanda por crédito em março/12 ao passo que a alta nas grandes empresas foi de 1’2%.

Apesar do bom desempenho em março/13′ este não foi suficiente para reverter a queda acumulada no primeiro trimestre da demanda das micro e pequenas empresas por crédito. Assim’ houve recuo de 8’2% frente ao primeiro trimestre de 2012 na demanda por crédito das micro e pequenas empresas. Por outro lado’ tanto as médias quanto as grandes empresas encerraram o primeiro trimestre com altas em suas demandas por crédito de 10’4% e 19’4%’ respectivamente’ em comparação ao observado no primeiro trimestre de 2012.

 

Análise por setor

Em março/13 a maior alta na demanda por crédito foi verificada no setor comercial’ cujo crescimento foi de 8’6% frente ao mês de fevereiro/13. As empresas de serviços expandiram a sua procura por crédito em 6’9% no terceiro mês de 2013′ enquanto as empresas industriais exibiram alta de 7’4%.

No primeiro trimestre de 2013 são as empresas comerciais que registram o maior recuo em termos de demanda por crédito: queda de 9’7% frente ao primeiro trimestre de 2012. As empresas industriais fecharam o trimestre com queda de 8’6% e’ nas empresas de serviços’ o declínio foi de 3’1% no acumulado do primeiro trimestre de 2013.

Análise por região

As empresas da região Norte exibiram a maior alta da procura por crédito em março/13: 10’7% frente a fevereiro/13. Nas empresas da região Sul a alta foi de 8’8%. As empresas do Nordeste registraram expansão de 8’5% em suas procuras por crédito no terceiro mês de 2013. Nas empresas da região Sudeste o crescimento foi de 7’0% em março/13 e no Centro-Oeste houve expansão de 6’3%.

No acumulado do primeiro trimestre de 2013 os maiores recuos nas demandas das empresas por crédito ocorreram no Sul (-8’3%) e no Nordeste (-8’0%)’ em comparação ao primeiro trimestre de 2012. No Centro-Oeste e no Sudeste as quedas foram de 6’8% e de 6’3%’ respectivamente. E o menor declínio neste primeiro trimestre de 2013 foi observado na região Norte: variação de -5’4% frente ao primeiro trimestre de 2012.

 

Metodologia do indicador

O Indicador Serasa Experian da Demanda das Empresas por Crédito é construído a partir de uma amostra significativa de cerca de 1’2 milhão de CNPJ consultados mensalmente na base de dados da Serasa Experian. A quantidade de CNPJ consultados’ especificamente nas transações que configuram alguma relação creditícia entre as empresas e as instituições do sistema financeiro ou empresas não financeiras’ é transformada em número índice (média de 2008 = 100). O indicador é segmentado por região geográfica’ setor e porte.

 

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.