NORMAS RECENTES DIVIDEM CORRETORES EM DUAS CATEGORIAS

0
257

O presidente do Sincor-ES e diretor adjunto da Fenacor’ José Rômulo da Silva’ alerta que algumas normas recentemente aprovadas pelos órgãos reguladores do mercado terão como consequência a divisão dos corretores de seguros em duas categorias. “A primeira reunirá aqueles com instrução e capacitação técnica após nove meses de estudos. A outra irá englobar quem não tem qualquer conhecimento e formação para exercer a profissão’ como os corretores de microsseguros e os agentes”’ adverte.

Na avaliação dele’ a situação ficará ainda mais conturbada para os corretores se for aprovada a proposta já defendida por vários parlamentares’ que desejam a regulamentação das associações e cooperativas que comercializam coberturas automotivas.

Além disso’ ele critica a extinção do convênio pelo qual os sindicatos atuavam no cadastramento dos corretores e’ o mais grave’ a não expedição’ pela Susep’ das identidades profissionais da categoria. “O que se quer é que as leis sejam respeitadas e cumpridas’ e que soluções sejam buscadas sem agredir os direitos daqueles verdadeiros profissionais”’ enfatiza.

Diante desse quadro’ José Rômulo defende o engajamento de todos os 70 mil corretores de seguros do País nos movimentos que eclodiram no Brasil nos últimos meses. “Diz um ditado que quem se cala consente’ e a continuarmos sem tomar uma posição’ dentro em breve não mais existiremos como profissão e nem como representação. Devemos nos posicionar urgentemente e tomarmos uma posição pacífica tomando como exemplo as demais categorias que não concordam da maneira como vem sendo tratadas’ como por exemplo’ os médicos”’ salienta.

 

 

CQCS

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.