PELO MENOS 26% DOS VEÍCULOS VISTORIADOS APRESENTAM IRREGULARIDADES E RISCO AO CONSUMIDOR

0
288

A DEKRA’ multinacional alemã’ líder mundial em serviços para o mercado automotivo’ acaba de lançar um novo termômetro para as irregularidades que rondam o mercado de compra e venda de automóveis no Brasil. No primeiro trimestre de 2013′ a empresa reprovou 26% das vistorias realizadas. Isso significa mais de R$ 70 milhões em prejuízos evitados para seus clientes’ alertando-os sobre diversos riscos em torno do veículo prestes a ser adquirido.

Esses números são oriundos de um dos principais serviços prestados pela companhia. O DEKRA Garantido foi desenvolvido para alertar o consumidor’ lojistas e concessionárias a respeito das armadilhas que podem vir junto com um veículo seminovo ou usado’ bem como ratificar a importância de uma analise detalhada na hora de fechar uma negociação.

Nos três primeiros meses do ano’ o “Teste de Pintura” foi o item com maior ocorrência’ representando 37’3% das reprovas. “Este dado aponta que quase 40% dos veículos que estavam em fase de negociação já haviam sido batidos. Não só isso’ também indica que o dano físico foi mal reparado’ comprometendo a integridade física do bem”’ ressalta Luís Neca’ diretor de Serviços de Varejo da DEKRA.

Outro índice considerável de ocorrência foi o da “Data de Produção”’ que representou 9’3% das irregularidades registradas. “Este item é de extrema relevância’ já que indica substituição de peças e componentes de estrutura do veículo’ o que influência totalmente na segurança dos passageiros”’ adverte o especialista.

Já o “Histórico de Leilão” obteve 11% de incidência’ item que distingue os veículos que foram negociados em leilões. “Essa é uma das informações mais requisitadas por nossos clientes: a grande maioria quer saber se o veículo que está prestes a adquirir já foi negociado em leilão”’ explica Neca.

Na avaliação do executivo’ no leilão é possível encontrar diversos tipos de automóveis’ desde os que são retomados por falta de pagamento’ ou seja’ que não apresentam problemas’ até aqueles que passaram por acidentes graves’ enchentes’ ou mesmo que foram roubados. “O mais importante nestes casos é que o comprador saiba exatamente o estado do bem que está adquirindo. Leilão não é sinônimo de mau negócio’ nem de carro danificado. Mas são necessários certos cuidados”’ lembra.

Riscos ao consumidor

Para identificar possíveis irregularidades’ a avaliação leva em conta diversas informações sobre histórico e procedência do veículo (utilizando as bases da Checkauto)’ bem como a verificação física do veículo e seus pontos de identificação e conservação. Além disso’ a empresa avalia se os dados da documentação’ apresentados pelo cliente’ condizem de fato com o bem físico que está sendo vistoriado’ para certificar de que não há fraudes ou adulterações.

“Infelizmente’ o comércio de veículos usados oferece certos riscos. Em primeiro lugar’ temos a autenticidade e veracidade do bem’ que dificilmente podem ser constatadas por leigos no assunto. Em seguida’ vêm os crescentes golpes’ em que compradores são enganados e acabam perdendo todo seu dinheiro” constata.

Por meio desta avaliação’ a DEKRA aponta as eventuais alterações das características padrões da montadora. Dessa forma’ o comprador fica mais confiante com as condições gerais do bem a ser adquirido e o vendedor’ se possuir um veículo em boas condições’ tem seu produto valorizado. “É uma situação em que todos saem ganhando”’ conclui.

 

Portal Segs

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.