VOCÊ JÁ FEZ A DECLARAÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA?

0
354

Faltam poucos dias para o término do prazo para a entrega do IR; Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo oferece dicas para quem ainda não prestou contas ao Leão 

No próximo dia 30 de abril termina o prazo para a entrega da declaração anual de Imposto de Renda da Pessoa Física’ referente ao ano de 2012. 

Para este ano’ a expectativa da Receita Federal do Brasil é que as declarações de IR da Pessoa Física supere 26 milhões’ um recorde em relação aos anos anteriores. 

Até o dia 19 de abril’ a RFB informou que recebeu 12.230.883 declarações’ o que leva o CRC SP (Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo) a orientar os contribuintes. “A declaração é confeccionada a partir de atos e fatos’ ocorridos em 2012′ e que gerarão documentos. Se a declaração for deixada para última hora’ o contribuinte pode não ter esses documentos em mãos e não conseguir obtê-los a tempo”’ diz Luiz Fernando Nóbrega’ presidente do CRC SP. 

Luiz Fernando reforça ainda que a pressa pode aumentar as chances de erros de interpretação ou de digitação. “E esses erros poderão levar o contribuinte a cair na malha fina”’ explica. 

O CRC SP faz um alerta para o risco que as pessoas estão correndo ao deixar para declarar o Imposto de Renda nos últimos dias’ já que o grande número de acessos ao site da Receita pode gerar lentidão no sistema e causar dificuldades na hora de prestar contas ao Leão. 

Confira’ então’ algumas dicas oferecidas pelo Conselho’ para que os contribuintes ‘atrasadinhos’ consigam cumprir a sua obrigação fisco-tributária: 

• Veja se possui todos os informes de rendimentos auferidos em 2012

• Caso tenha recebido Pensão Alimentícia e ou outros rendimentos de Pessoas Físicas (ex: aluguéis’ honorários)’ lance na tela específica’ mês a mês’ verificando ainda quanto à obrigatoriedade ou não do recolhimento mensal – Carnê Leão.

• Muito cuidado no lançamento dos valores dos informes’ pois qualquer inversão dos respectivos valores vai acarretar problemas. 

• Revise as informações relativas aos dependentes’ conveniência e possibilidades da sua manutenção.

• Com relação às despesas próprias e dos dependentes com benefício de dedução/abatimento da renda tributável’ verificar muito bem se possui documentação apropriada (recibo / NF) e que conste corretamente seu nome como pagante e beneficiário da referida despesa e ou dos seus dependentes.

• Lance corretamente todos os bens na tela de ‘Bens e Direitos'’ não considerando a valorização dos bens e’ sim’ os valores efetivamente aportados. 

• Pagamentos efetuados para Fundos Previdenciários (FAPI / PGBL)’ passíveis de dedução (pelo sistema) beneficiando no momento o contribuinte assim como doações relativas ao Estatuto da Criança’ do Adolescente e do Idoso’ também beneficiando em redução do IR devido. (OBS. Verificar condições do benefício).

• Antes de efetuar a entrega junto à Receita Federal’ fazer uma análise financeira geral da declaração de forma e maneira que’ a variação patrimonial do período em questão (2012)’ assim como todos os pagamentos efetuados’ sejam devidamente suportados pela somatória de todos os rendimentos’ tributados ou não’ a qual deverá estar em pleno equilíbrio. Caso contrário’ verificar possíveis erros nos lançamentos efetuados na declaração.

“Todo cuidado é pouco. É preciso critério e calma para uma correta declaração e para que pagamentos ou recebimentos de restituição sejam feitos de forma certa e justa”’ diz Luiz Fernando. 

Quem deve declarar 

Com a mudança na tabela do IR (veja quadros abaixo)’ mais contribuintes ficarão livres do desconto do imposto na folha de pagamento’ ou seja’ da tributação na fonte’ em 2013. Mas’ para a entrega da declaração’ deve-se considerar os valores referentes ao ano passado. O teto para a isenção é de até R$ 1.637’11. Até 2011 era até R$1.566’61. Para 2013′ o teto é de R$ 1.710’78. 

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.