Bradesco Vida e Previdência lança fundos de previdência ESG

0
79

A Bradesco Vida e Previdência lançou dois fundos de previdência privada formados por empresas com alto grau de comprometimento ambiental, responsabilidade social e governança corporativa, seguindo os princípios ESG – sigla em inglês para Environmental, Social and Governance. O ‘Bradesco Princípios ESG Global Fixed Income Crédito Privado PGBL/VGBL’ concentra investimentos em renda fixa, enquanto o ‘Bradesco Princípios ESG Equities Global PGBL/VGBL’ está voltado para a renda variável. Ambos contemplam alocação em ativos locais e internacionais.

Os novos fundos são administrados pela BRAM (Bradesco Asset Management), segunda maior gestora de fundos da categoria ANBIMA de Ações de Sustentabilidade/Governança. Signatária há 10 anos dos princípios para o Investimento Responsável da ONU (Organização das Nações Unidas), a BRAM é a única asset da América Latina a integrar a Força Tarefa sobre divulgações financeiras relacionadas ao clima e participar do ICP – Investidores pelo Clima.

Estevão Scripilliti, superintendente executivo do Departamento Financeiro e de Investimentos da Bradesco Seguros, afirma que os incentivos às boas práticas ESG têm aumentado, refletindo os anseios dos investidores.

“Pesquisas mostram que clientes valorizam cada vez mais os produtos com práticas responsáveis, estando dispostos, inclusive, a pagar até 10% mais caro por um produto feito sob práticas ambientais e sociais sustentáveis. Ao incorporarem métricas ESG em suas decisões, deslocam-se volumosos recursos para ações e dívidas de empresas com boas práticas. A Bradesco Vida e Previdência, em conjunto com a BRAM, reforça seu compromisso com o meio ambiente e as questões sociais e de transparência corporativa com reconhecimento mundial”, destaca.

Os investimentos no exterior contam com exposição cambial e empregam a estratégia best-in-class, que seleciona os gestores com o mais elevado nível, como BlackRock, PIMCO, Morgan Stanley e Nordea. Quanto aos ativos locais, a análise integra as questões ESG nas decisões de investimento em todas as estratégias dos fundos e classes de ativos.

O valor inicial para aplicação é de R$ 50, e os fundos chegam a ter 40% de exposição no mercado internacional em ações de empresas com boas práticas ambientais, de inclusão social e de governança corporativa. Os produtos são pensados especialmente para os investidores qualificados – aqueles que possuem condições adequadas para avaliar o risco de aplicações financeiras e que dispõem de, pelo menos, R$ 1 milhão em investimentos no mercado financeiro.

A taxa de administração máxima do ‘Bradesco Princípios ESG Global Fixed Income Crédito Privado PGBL/VGBL’ é de 0,8% ao ano, e a do ‘Bradesco Princípios ESG Equities Global PGBL/VGBL’, de 1,8% ao ano.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.