Brasil possui quase 14 milhões de planos de previdência privada aberta, revela estudo da Fenaprevi

0
372

Novo levantamento realizado pela Federação Nacional de Previdência Privada e Vida – Fenaprevi, com base nos números até novembro de 2022, revela que, ao todo, existem 13,9 milhões de planos de previdência privada aberta no País, sendo 11,1 milhões na modalidade individual e 2,7 milhões na modalidade coletiva.

De acordo com os dados da Federação, apenas 0,5% dos planos de previdência aberta se encontram na fase de recebimento de benefícios, isto é, os proprietários já concluíram suas contribuições e aportes e hoje usufruem dos valores acumulados — o que, para a entidade, é um sinalizador de quão ainda é jovem esse mercado.
 

O levantamento revela ainda que, em novembro de 2022, o número de CPFs únicos (limitação por sociedade supervisionada) – uma ótima aproximação para a quantidade de pessoas que possuem planos de previdência privada aberta -, é de 10,8 milhões. Desses, 8,7 milhões possuem planos individuais e 2,3 milhões estão em planos coletivos.
 

Desempenho em novembro

Em termos de captação bruta, foram arrecadados R$ 140,7 bilhões no acumulado de janeiro até novembro de 2022, alta de 12,2% em relação ao observado nos primeiros onze meses de 2021. No mesmo período, o volume resgatado somou R$ 111,2 bilhões, elevação de 17,3% em relação ao ano anterior. Considerando apenas novembro de 2022, o montante resgatado atingiu R$ 10,1 bilhões, enquanto a captação bruta totalizou R$ 11 bilhões.
 

Com isso, a captação líquida em novembro de 2022 foi de R$ 0,9 bilhão. Nos onze primeiros meses de 2022, essa soma foi de R$ 29,5 bilhões, ou seja, retração de 3,6% frente ao mesmo período de 2021. Adicionalmente, os ativos e provisões técnicas totalizam R$ 1,2 trilhões, com altas de 13% em relação ao nível que estavam há um ano.
 

Resultado por produto

O levantamento ainda detalha as informações, conforme o tipo de plano de previdência contratado. Dos 13,9 milhões de planos comercializados, 61% são VGBL – Vida Gerador de Benefício Livre, 21% PGBL – Plano Gerador de Benefício Livre e 18% planos Tradicionais.
 

Em prêmios e contribuições, o VGBL continua como o produto de maior volume de arrecadação, com 88% no mês de novembro, seguido pelos planos PGBL (10%), e os planos Tradicionais (2%).

Por fim, ao longo dos onze primeiros meses de 2022, a captação bruta foi de R$ 128,2 em VGBL, R$ 9,5 bilhões em PGBL e R$ 3 bilhões nos planos Tradicionais.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.