CENSO 2022 – aumento de domicílios sem crescimento esperado de população

0
389

A 169ª edição do programa Panorama do Seguro fala sobre o Censo 2022 e conta com a participação do professor José Eustáquio Diniz Alves, mestre em economia e doutor em Demografia pelo Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional (CEDEPLAR). Apresentada por Paulo Alexandre, a atração conta com a participação do Consultor Econômico do Sindseg SP, Francisco Galiza.

No primeiro momento, o professor falou as principais conclusões do Censo 2022. “O primeiro ponto que eu destacaria é o tamanho da população, o Censo encontrou 203 milhões de pessoas em 1º de agosto de 2022 e esse número ficou muito aquém do que estávamos esperando. O outro dado relevante, é que uma certa surpresa, é de diversas capitais no país diminuíram de tamanho. O Rio de Janeiro, por exemplo, diminuiu a população entre 2010 e 2022. Em Salvador a queda foi monstruosa. Isso causou uma certa surpresa”, explicou.

Ainda sobre os pontos importantes, José Eustáquio destacou a questão dos domicílios. “Veja só, uma coisa surpreendente que aconteceu foi o crescimento de domicílios. A população em 2010 era de 191 milhões e passou para 203 milhões, em números arredondados, então houve um aumento de 12 milhões de pessoas e o aumento de domicílios nesse período foi de quase 24 milhões, ou seja, dois domicílios para cada habitante novo do país”, concluiu.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.