CSD opera SRO e realiza transição de seguradoras em poucos minutos

0
157

Registradora homologada pela Superintendência de Seguros Privados (Susep) para operar no mercado de apólices de seguros, a CSD completou o primeiro mês de operação do novo Sistema de Registro de Operações (SRO) com oito clientes. Seguindo a regulação, desde o último dia 3 de novembro, as seguradoras que atuam com seguro garantia devem realizar o registro das operações de seguro no SRO. O objetivo é trazer mais segurança e transparência para o segmento.

Tendo entre os principais diferencias a simplicidade, a eficiência tecnológica, o atendimento e o rápido tempo de resposta, a plataforma da CSD permite o registro de 600 operações por segundo e o horário de acesso é das 4h30 às 22h00, o que traz mais produtividade e segurança aos clientes. “Já realizamos a migração das operações de oito seguradoras, incluindo a Fairfax, Austral Seguradora, CESCEBRASIL, BTG Pactual Seguros, Too Seguros e Zurich”, destaca Victor Vianna, Diretor da CSD.

O executivo explica que o modelo de negócio pensado pela CSD teve como objetivo o melhor cenário para as seguradoras. “O registro das apólices chegou para trazer mais segurança, reduzir custos e contribuir na mitigação de perdas às seguradoras com fraudes e processos. Caminhamos para um mercado com mais tecnologia e transparência. Sabemos que é algo novo para todo o setor e, por isso, na CSD, desenvolvemos um modelo simples, tanto na implementação e transição como na manutenção e atualizações dos dados. Queremos diminuir a complexidade das transações e usamos o nosso conhecimento em tecnologia exatamente para conectar os players de forma simples”, ressalta.

De acordo com Vianna, a CSD participou ativamente das discussões da Convenção da Susep e trabalhou para retirar qualquer barreira de entrada para novas registradoras. A padronização dos dados foi um dos pontos defendidos pela CSD, uma vez que estimula a portabilidade e elimina o custo de adequação dos sistemas das seguradoras. “A arquitetura proposta pela CSD foi a escolhida pela Convenção, o que proporcionou o desenvolvimento de uma solução rápida, segura e simples. Conseguimos fazer o processamento das operações das seguradoras em poucos minutos. Além disso, o conhecimento do mercado financeiro e a tecnologia de ponta utilizada nas nossas soluções facilitam o entendimento das necessidades dos clientes e viabilizam entregas rápidas – e sem custo adicional”, complementa Vianna.

Além do registro de seguros, a CSD também realiza o registro de operações financeiras como CDB, RDB, NDF e Swap. Em sete meses de atuação, final de novembro, a empresa  chega aos R$ 5 bilhões em operações registradas desses papéis.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.