ESSOR anuncia novo CEO da seguradora

0
321

Fábio Pinho passa o comando da companhia, que presidiu por 11 anos, para assumir o cargo de CEO Latin America do Grupo SCOR. Em seu lugar, assume Filipe Alves, executivo com carreira internacional em seguros e resseguros, e atuação no Brasil, América Latina, Europa e Estados Unidos

A mudança, em processo de aprovação pela SUSEP, encontrava-se em andamento desde julho de 2022 quando Fabio Pinho aceitou o convite do Grupo SCOR (acionista da ESSOR Seguros) para assumir o cargo de CEO Latin America. Pinho será o responsável por todas as operações do Grupo na região. “Cuidarei dos países da região, incluindo o Caribe e México”, explica o executivo. 

Ele passará o bastão para Filipe Alves, engenheiro mecânico com MBA na Columbia Business School de Nova York, 25 anos de carreira e larga experiência nacional e internacional em seguros e resseguros, radicado nos últimos anos em Miami, onde exercia o cargo de Diretor para Contas Multinacionais na AIG.

“Vamos continuar o trabalho que vem sendo realizado, com lançamentos de produtos que atendam as demandas do mercado e sejam interessantes oportunidades de crescimento. Capitalizar isto com adequada rentabilidade, manutenção de uma excelente prestação de serviços e um alto nível de governança corporativa, será um grande desafio”, afirma o novo CEO da ESSOR.

Agro – Como estratégia para manter o crescimento acelerado da empresa multinacional no Brasil, Alves pretende investir no seguro agrícola, onde a ESSOR lidera o ranking das independentes, dado a importância para a economia brasileira e as vantagens competitivas da seguradora.

“O respaldo da SCOR, um dos maiores resseguradores do mundo e acionista da ESSOR, é fundamental para isso. Nossa expectativa é de mantermos nossa capilaridade no seguro agro, em conjunto com a AgroBrasil (empresa do Grupo SCOR), oferecendo um grande número de coberturas de seguros e de serviços para gestão de riscos. Buscaremos uma ampliação em diversas frentes, com coberturas adicionais ou complementares ao seguro agro”, destaca Alves.

Os investimentos estarão voltados também para os seguros oferecidos em plataformas digitais para alavancar a expertise da ESSOR e enfatizar o foco da empresa na inovação.

Sobre o futuro do mercado brasileiro, na avaliação de Alves, “o crescimento do mercado de seguro está relacionado com o comportamento da economia, a necessidade e a sofisticação do mercado para gerenciar riscos, a evolução com a distribuição/venda de seguros e o lançamento de novos produtos. Assim, aspectos favoráveis à economia tendem a impactar de forma positiva o mercado segurador”, argumenta, bem como o aumento da necessidade de proteção de riscos e novos canais de distribuição no mercado.

Entre os planos do executivo para o Brasil está buscar na resseguradora SCOR, “o conhecimento e experiencia com diversos produtos que podem ser trazidos e adaptados para o mercado brasileiro. Pretendo promover e estimular um diálogo com os corretores e parceiros sobre o potencial e viabilidade das nossas coberturas, bem como das necessidades que possam ser atendidas com o desenvolvimento local de novos produtos. O nosso foco principal será aumentar a penetração dos produtos lançados recentemente no Brasil, como o seguro digital para bicicletas e o seguro painel fotovoltaico, penhor agrícola e benfeitorias”, enfatiza.

Internacional – Fabio Pinho, que assumiu a ESSOR Seguros desde o desembarque da seguradora no Brasil, em 2011, vai alçar voos internacionais. Com larga experiência em seguros e resseguros ele vai assumir um papel chave no Grupo SCOR como CEO Regional Latin America. Pinho será o responsável por todas as operações do Grupo na região incluindo de México e Caribe, gerenciando os negócios, pessoas e escritórios localizados na Argentina, Brasil, Colômbia, México, além de Miami (US).

Sobre o papel do CEO Regional, Pinho explica que “ele é um facilitador chave para reforçar a colaboração entre todas as operações do Grupo SCOR na América Latina, bem como para ajudar a implementar a estratégia da empresa em nível local”.

Entre as funções principais do cargo, o executivo destaca a contribuição para o desenho e definições das estratégias na região em conjunto com o time e líderes do Grupo; ser  um participante ativo no processo de tomada de decisão sobre as atividades regionais em sua esfera de negócios e em todos os aspectos do negócio, incluindo subscrição, revisões de preços, finanças, sinistros, legal/compliance, reservas, gestão de capital, RH/gestão de talentos, revisão da rentabilidade regional de transações comerciais grandes/complexas.

Missão – Como desafio, o novo líder da SCOR para América Latina destaca os prejuízos que o mercado ressegurador vem sofrendo nos últimos anos com eventos climáticos, econômicos e sociais. “E 2023 não será diferente. Uma inflação mundial nunca vista antes e eventos catastróficos são os grandes desafios para este e o próximo ano”, adverte Pinho.  Para driblar esse quadro adverso, o executivo alerta que o foco na região sob seu comando será “um contínuo engajamento com os clientes afirmando nosso posicionamento e valor agregado aos mesmos; melhorar a produtividade, eficiência e simplicidade, tornando mais ágil e resiliente nossa organização; e diminuir nossa volatilidade em eventos climáticos”.

Na sua avaliação ao longo destes anos, a ESSOR demonstrou ser uma seguradora diferenciada e focada em nichos.  Ele reconhece que se dedicou muito à criação “de uma marca valiosa”, não pelo tamanho da seguradora, mas pelo respeito e reconhecimento de todo mercado brasileiro quanto a operação distinta e inovadora da ESSOR.

”Além disso, o maior legado que deixo nesta trajetória de 11 anos no comando da ESSOR é o time que permanece na seguradora.  Pessoas que construíram juntas esta operação e fizeram diferença. Com a chegada do Filipe Alves, vamos ampliar a nossa presença diferenciada no Brasil e dos nossos parceiros de negócios”, argumenta Fabio Pinho, CEO Regional Latin America do Grupo SCOR, acrescentando que:

“A Seguradora encontra-se altamente reconhecida no mercado brasileiro pela inovação, apresentando Prêmios Emitidos de R$ 1,2 bilhão em 30 de setembro de 2022, com um Retorno sobre Patrimônio de aproximadamente 20%”.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.