Fairfax lança seguro inovador para a cafeicultura

0
142

A Fairfax lançou um seguro agrícola inédito para proteger a cafeicultura brasileira dos danos causados por chuvas de granizo e incidência de geadas. O novo produto está disponível para assegurar cafezais de variedades do tipo arábica, cultivados em sequeiro, em qualquer região do Brasil.

“As chuvas de granizo são intempéries mais severas para a cafeicultura, com a desvantagem de poderem ocorrer em vários momentos do ano, enquanto a geada é um problema mais frequente durante o inverno. De forma geral, as taxas de incidência e perdas provocadas pelo granizo são maiores em comparação com a geada”, diz Fabio Damasceno, diretor de agronegócios da Fairfax Brasil.

O lançamento da Fairfax representa um marco para o setor. Tradicionalmente, os seguros disponíveis no mercado brasileiro são voltados para garantir o pé de café. Ou seja, em caso de sinistro, o seguro convencional cobre os tratos culturais, como os procedimentos de esqueletamento e recepa, para que a planta volte a produzir.

No entanto, a proposta da Fairfax é inovadora e tem melhor aderência às necessidades dos cafeicultores porque a apólice assegura a produção cafeeira. A seguradora vai avaliar os danos causados pelo evento climático para calcular a indenização. Desse modo, o cafeicultor será ressarcido de acordo com as perdas na safra assegurada, o que engloba os insumos e preço das sacas de café que deixou de colher.

“Permitimos que o produtor forneça dados de histórico de produção e parâmetros para subscrição como idade do café, variedade e espaçamento das entrelinhas. É um seguro para café arábica, uma apólice de dano direto causado por granizo e geada, em que se indeniza o valor da produção”, explica Damasceno.

Coberturas disponíveis

O seguro agrícola para cafeicultura da Fairfax tem como cobertura obrigatória a proteção contra granizo e o cafeicultor pode optar por contratar a cobertura contra geada. Quando um cafezal é atingido por essas intempéries, a planta sofre lesões e fica mais suscetível à incidência de doenças e pragas, por isso, também é importante reforçar o manejo. Pensando nessa necessidade, a Fairfax também oferece a cobertura adicional de tratamento fitossanitário, que indeniza o produtor com o valor necessário por hectare para realizar um tratamento preventivo, com aplicação de fungicidas e inseticidas.

Bienalidade do café

Outro diferencial da Fairfax é conseguir contemplar as especificidades da cultura. O seguro para café leva em consideração o fenômeno da bienalidade, que faz com que as plantas registrem safras mais produtivas alternadas aos anos de queda na produção. A ocorrência de intempéries geralmente agride a planta de tal modo que pode comprometer o andamento da safra atual, mas também impactar nos resultados da temporada posterior.

Por se tratar de uma planta perene, o cafeeiro produz continuamente, então os resultados de diferentes safras estão relacionados. A safra corrente é representada por ramos de idade superior a um ano, apresentando rosetas com os chumbinhos já formados e que serão colhidos. Enquanto isso, a planta também já apresenta ramos verdes, provenientes do crescimento durante o ano. Esses ramos verdes possuem as gemas que irão amadurecer e se diferenciar, para então por volta do mês de setembro florescerem, formando os chumbinhos que darão resultados na colheita da safra futura.

Por essa razão, o produtor pode optar por assegurar apenas a safra corrente ou proteger a safra atual e a safra futura em uma mesma apólice. É recomendável escolher a cobertura da apólice mais completa, que tem início na floração da safra corrente, ultrapassa o período de colheita e se estende da brotação até o abotoamento da safra futura.

Contratação

A hora ideal para a contratação é o momento do custeio da safra de café, entre maio e junho. Embora a cobertura do seguro só tenha início na floração do cafezal, o produtor que planeja a safra com antecedência tem mais chances de sucesso ao assegurar o cafezal e conquistar a subvenção. O Programa de Subvenção Econômica ao Prêmio do Seguro Rural, oferecido pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), pode subvencionar até 40% do prêmio do seguro agrícola para a cafeicultura, limitado a R$ 48 mil reais por CPF.

Com a Fairfax Brasil, o cafeicultor terá a liberdade de decidir a configuração de seguro mais adequada para a fazenda, sendo possível considerar características de cafés especiais e critérios de qualidade do grão. O seguro para café da Fairfax começou a ser idealizado em março de 2020 e contou com o aval de especialistas do setor para que fosse desenhado de acordo com as reais demandas da cafeicultura brasileira. Em parceria com a empresa de assessoria Valle Agro, de Jundiaí (SP), a Fairfax promoveu reuniões e dias de campo para desenvolver o produto, que contou com a validação de técnicos e de cafeicultores associados das cooperativas Cocatrel (Três Pontas-MG), Cocapec (Franca-SP), COOMAP (Paraguaçu-MG) e Capebe (Boa Esperanç

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.