Fator Seguradora conquista o rating A-.br pela agência Moody’s

0
311

Nova atribuição aumenta o potencial da seguradora junto ao mercado e a capacidade de negociação com os resseguradores.

A solidez da Fator Seguradora diante de sua capacidade de honrar seus compromissos de longo e curto prazos foi reconhecida pela Moody’s Local BR. A seguradora recebeu a classificação A-.br, no rating da agência internacional. O resultado é uma consequência de um trabalho feito há anos de melhorias nos processos, na governança, na mitigação de riscos e no planejamento estratégico.

“A nossa produção tem aumentado muito e a complexidade da operação exige controles cada vez maiores. Nós éramos uma pequena seguradora especializada em Grandes Riscos, continuamos sendo especializadas nesse ramo, mas também temos diversificado com novos produtos e nas vendas pelo nosso canal digital. A nossa estratégia, há vários anos, tem sido diversificar a produção e reduzir o ticket médio das apólices, o que gera uma complexidade muito grande. A avaliação dos nossos processos pela Moody’s trouxe-nos o reconhecimento de uma  agência internacional de primeira linha”, afirma Luís Eduardo Assis (foto), CEO da Fator Seguradora.

Pelo relatório da Moody’s, ao longo dos últimos três anos, a Fator Seguradora vêm aumentando seu prêmio emitido, a uma taxa anualizada de 35%. Entre 2022 e 2021 o prêmio bruto emitido apresentou aumento de 36%, de R$ 451 milhões para R$ 614 milhões. O índice de despesas de subscrição da companhia apresentou melhora significativa, atingindo 71,5% em dezembro de 2022 em comparação a 83,2% do ano anterior, representando o menor valor anual dos últimos quatro anos.

O rating de força financeira de seguradoras da Fator reflete, principalmente, a boa diversificação de produtos da companhia, a adequada qualidade de ativos e capitalização e as práticas conservadoras de constituição das reservas. Junto aos resseguradores, o rating é um aliado na capacidade de negociação.

Ainda nas palavras de Assis, “os resseguradores da Europa e dos Estados Unidos gostaram muito de receber a notícia de que temos um rating bastante positivo. Isso favorece o nosso relacionamento com eles. Além disso, nos últimos anos, estamos aumentando a retenção, o que também favorece o nosso relacionamento com os resseguradores. Eles veem que temos confiança na nossa subscrição e ficam confortáveis em saber que estamos tomando parte significativa do risco que aceitamos”.

A adequação de capital da Fator Seguradora tem crescido nos últimos anos, conforme demonstrado pela alavancagem de subscrição bruta de 5,7x em 2022 comparada a 2,3x em 2020.

O aumento acompanhou o crescimento da carteira e consequente aumento no valor da reserva de sinistros que saiu de um patamar de R$ 150 milhões em 2020 para quase R$ 380 milhões em 2022.

O rating da Fator Seguradora incorpora a expectativa de que a companhia dará continuidade à estratégia de diversificação da carteira, aumentando sua participação e retenção em negócios com margens mais atrativas, permitindo assim, um maior equilíbrio nas faixas de exposição de riscos e menor dependência do contrato de resseguro. Quanto aos segurados, o rating confirma a capacidade da Fator Seguradora pagar sinistros e abre as portas para novas oportunidades de negócios, em garantias nas quais o rating é exigido, conforme explica Assis:

“Para operar com as seguradoras, alguns grandes segurados exigem um rating. Principalmente nos grandes riscos, eles querem enxergar na seguradora uma empresa que tem capacidade de pagar grandes sinistros. O rating acelera e alavanca a nossa capacidade de fazer seguros. Ele é um atestado de que somos uma empresa sólida”.

O relatório da Moody’s mostra que a capitalização da companhia continua a exceder os requisitos de capital mínimo local, com margem de solvência regulamentar relatada equivalente a 241% do capital exigido em dezembro de 2022. Com base no seu processo de subscrição e nos esforços estratégicos para reduzir despesas, é esperado que a companhia apresente resultados mais fortes.

Em dezembro de 2022, a Fator Seguradora reportou um prêmio bruto de R$ 614 milhões e um lucro líquido de R$ 23 milhões. Na mesma data, o total de ativos somava R$ 1,4 bilhão e o patrimônio líquido R$ 176 milhões. Segundo Assis, “continuaremos focando nas atividades de controle, mais nos processos do que no desempenho, para assegurar que a Fator Seguradora tenha uma boa governança, planos e objetivos muito claros e processos de controles bem definidos. Todos ficaram muito contentes com o rating da Moody’s, foi uma conquista para todos nós”.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.