Painel Especial recebe Christian Wellisch e Ana Cláudia Calil

0
300

O Painel Especial, programa da GRTV que aborda comodidade, praticidade e conforto, recebeu em sua décima primeira edição o sócio-fundador da Globus Corretora de Seguros, Christian Wellisch, e a Diretora Comercial – CSO na IGS Integral Group Solution, Ana Claudia Calil. Durante o bate-papo, os convidados falaram sobre assistência 24 horas e seguros para agentes autônomos de investimentos.

Há cinco anos no mercado, a Globus nasceu de um spin-off com a XP Seguros, com foco de atuação em todas as linhas de seguros do mercado. “O spin-off foi importante para que a empresa se tornasse independente, pudesse trabalhar com todas as plataformas do mercado de investimento e pudesse acelerar rumo aos seus objetivos”, afirmou Wellisch.

Ao longo dos últimos anos, a empresa passou por diversas transformações e desafios. Agora, vive um bom momento, no qual está embarcando mais tecnologia para se tornar uma insurtech. Seus diferenciais se baseiam em três pilares: time – modelo de partnership; distribuição; tecnologia.

O lema da empresa é buscar constantemente novos produtos e disponibilizar em seu canal de distribuição. “Uma das coisas que a gente sempre quis fazer era trazer um produto de responsabilidade civil para o agente autônomo, que ainda não existia no mercado. Depois de alguns anos trabalhando criamos um produto especifico para esse nicho de atividade”, contou.

De acordo com o executivo, a atividade de agente autônomo é uma das que mais vem crescendo ao longo dos últimos anos. Em 2013 eram cerca de 4 mil agentes e atualmente o número chega a 18 mil. São mais de mil escritórios atuando nesse modelo de negócio hoje, plugados em diversas plataformas de investimento.

Para atender o público wealth (alta renda), a corretora está trabalhando na criação de um produto de vida, alinhado ao planejamento financeiro, e um de obras de arte, que ainda é pouco comercializado no brasil. “Também estamos trabalhando na automação e digitalização da previdência, para facilitar a portabilidade. Para que as pessoas possam sair de um banco onde as taxas são muito agressivas e ir para uma seguradora onde você tem uma taxa melhor para poder administrar o dinheiro delas. Em paralelo a isso, estamos trabalhando em algumas automações no nosso seguro saúde PME”, destacou.

Outra vertente muito importante para a Globus é o seguro garantia, que muitas vezes substitui a carta fiança do banco, que geralmente tem custos muito altos. A empresa está desenvolvendo um sistema para se conectar com diversas seguradoras e automaticamente gerar os limites para os seus clientes. A partir de sistema interno que a corretora irá disponibilizar aos seus clientes, eles poderão operar seus limites em determinadas companhias.

E as novidades não param por aí. A Globus está preparando ainda o suitability de seguros. Por meio de um questionário, e da Inteligência Artificial, a corretora irá montamos o perfil de risco do segurado. Com base nas respostas e três vertentes que a empresa irá considerar, de acordo com a necessidade do cliente, serão mapeados os seguros imprescindíveis, os recomendáveis e os que o segurado eventualmente pode precisar. “Esse mapa de risco nos permite consolidar todas as informações, trabalhar produtos de maneira mais assertiva e ofertar novas soluções para o cliente final”, ressaltou.

No fim de junho, a Globus deu início à sua segunda captação de recursos, realizada pela plataforma beegin.invest, com expectativa de captar R$ 3,85 milhões, “A rodada foi importante para que possamos trazer novas pessoas para a parte de tecnologia e acelerarmos o crescimento, além de aumentar o nível de governança. Em relação aos resultados da Globus, fechamos o primeiro semestre de 2021 com um crescimento de 36% em relação ao mesmo período do ano passado”, comemorou. A previsão é fechar o ano com R$ 13 milhões de faturamento, ou seja, cerca de R$ 150 milhões em prêmios. Para os próximos 4 anos, o plano é quadruplicar o tamanho da empresa, chegando aos R$ 40 milhões.

IGS Integral Group Solution – Desafios do momento atual

A crise que assola o país desde 2020 fez com que as companhias tivessem que se reinventar. E para a IGS, o cenário não poderia ter sido mais desafiador. Cerca de 40 dias após a empresa ter iniciado suas atividades no Brasil, todos os seus escritórios tiveram que ser fechados e as equipes tiveram que se adaptar ao modelo home office.

A IGS é uma multinacional latino-americana, especializada em serviços de assistência 24 horas. Chegou ao Brasil, um mercado já consolidado, com o diferencial de ser independente, de não estar vinculada ao mercado financeiro. “Isso faz com que nossos processos sejam mais ágeis e tenhamos mais flexibilidade para personalizar nossos produtos e coberturas, de acordo com a necessidade do cliente contratante”, destacou Ana Cláudia.

Para criar as melhores ofertas, uma das estratégias da empresa é ouvir o cliente contratante e entender seus planos e objetivos de negócio. A IGS também se utiliza do seu pilar de venda para comercializar coberturas de assistência de maneira independente, fazendo com que o cliente contratante transforme o que outrora era meramente custo em receita. “A possibilidade de rentabilizar as operações através da venda de pacotes de assistência realmente se tornou um grande atrativo e nos auxiliou a superar o desafio de   implementar a operação em um mercado consolidado e fazer frente a crise”, pontuou.

Por conta das restrições impostas devido à pandemia da Covid-19, a maioria das pessoas passou a trabalhar de casa. A executiva explica que, como reflexo dessa situação, houve uma baixa no número de assistências relacionados a automóveis, que é o carro-chefe das empresas de assistência no Brasil, e um aumento significativo dos serviços emergenciais para residências. Em contrapartida, em 2021 a IGS observa um crescimento significativo da utilização das assistências veiculares e das voltadas para pessoas e uma leve diminuição na volumetria das assistências residenciais.

No que diz respeito a novidades, a IGS acaba de trazer ao mercado a Assistência Adulto Sênior, com o conceito de que a terceira idade é mesmo a melhor idade. Segundo Ana Cláudia, esse segmento que vem evoluindo de uma maneira muito tecnológica. “Entendemos que esse consumidor tem necessidades muito específicas e que invariavelmente ultrapassam a necessidade de apoio para uma consulta médica ou lembrete de ingestão de medicamento”, sinalizou. Esse público é cada vez mais ativo, não apenas fisicamente, mas também nas mídias sociais. Sendo assim, ele necessita de um apoio para manuseio de tecnologia e consertos residenciais. “Precisa contar com produtos e serviços profissionais, de altíssima qualidade para auxiliá-lo em quaisquer necessidades que venham a ter, e é isso que a Assistência Adulto Sênior oferece”, concluiu.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.