Porto Seguro encerra 3T20 com lucro líquido 19,8% superior ao mesmo período de 2019

0
45

A Porto Seguro divulgou os resultados do terceiro trimestre de 2020 com aumento de lucratividade e de receitas devido à evolução do resultado operacional e da resiliência das carteiras de Seguros e de Negócios Financeiros e Serviços, que cresceram mesmo diante da crise. A recuperação dos seguros Auto e Patrimoniais e o aumento em duplo dígito nos prêmios do Saúde impulsionaram os prêmios de seguros1, que cresceram 4,6% no trimestre (vs. 3T19).

O desempenho do Auto, que apresentou expansão de 20,4% em relação ao 2T20 e de 0,8% em comparação ao mesmo período do ano anterior, é explicado pela manutenção dos índices de renovação em patamares elevados e pelo aumento das vendas novas, levando a um acréscimo de 87 mil veículos na frota segurada em relação ao 2T20. No Saúde, os prêmios evoluíram 12,0% (vs. 3T19), com incremento de 3,1% no número de vidas seguradas, enquanto o Patrimonial obteve uma alta de 7,6% em comparação ao mesmo período do ano anterior, impulsionado pelo crescimento dos seguros residenciais. O seguro de Vida, por sua vez, cresceu 0,5% (vs. 3T19), com desempenho favorável no segmento de Vida Individual, mas queda nos prêmios dos seguros de Viagem e Massificados, ainda refletindo os efeitos da pandemia sobre as vendas.

O índice combinado de seguros atingiu 87,9% no trimestre (-6,0 p.p. vs. 3T19). A exemplo do segundo trimestre, a melhora foi decorrente principalmente por uma melhor subscrição e precificação de risco e pela redução da circulação de veículos em função do isolamento social, que resultou em diminuição na sinistralidade do Auto (-11,2 p.p. vs. 3T19) e do Saúde (-6,1 p.p. vs. 3T19), este último fruto principalmente do decréscimo dos procedimentos eletivos realizados no período. O recuo no índice consolidado de despesas administrativas e operacionais (-0,5 p.p. vs. 3T19) também contribuiu com o aumento do resultado, reflexo dos esforços realizados através de investimentos em tecnologia e aperfeiçoamento de processos para ganhos de eficiência operacional. Desconsiderando despesas e incentivos a programas sociais (incluindo o programa “Meu Porto Seguro”) para combater os impactos da pandemia de Covid-19 na sociedade, o índice de D.A. + D.O. teria reduzido 0,8 p.p. no período.

Nos Negócios Financeiros e Serviços2, as receitas trimestrais aumentaram 9,8% (vs. 3T19), impulsionadas pelo Consórcio (+27,5% vs. 3T19) e pelas Operações de Crédito (+4,4% vs. 3T19), com aumento de 16,3% no número de Cartões de Crédito totais no portfólio (vs. 3T19), que alcançou 2,5 milhões de unidades ao final do trimestre. O gerenciamento eficaz da carteira e as ações para mitigação do risco contribuíram para a redução da inadimplência (NPL +90 dias), que atingiu 5,2% ao final do 3T20, apresentando melhora tanto em relação ao 2T20 (-0,9 p.p.) quanto em comparação com o 3T19 (-0,2 p.p.).

O lucro líquido3 atingiu R$ 401,5 milhões no trimestre (+19,8% vs. 3T19) e R$ 1.286,6 milhões no acumulado do ano (+26,7% vs. 9M19), resultando num ROAE3 de 20,3% no 3T20 e de 22,0% nos nove meses de 2020. Excluindo o efeito do excesso de capital e considerando uma remuneração de 100% do CDI para os investimentos, a rentabilidade anualizada sobre o patrimônio seria de 27,6% no trimestre e de 26,8% nos primeiros 9 meses deste ano.

O resultado financeiro, que apresentou rentabilidade de 245% do CDI no 3T20 (vs. 175% do CDI no 3T19) e de 305% do CDI nos nove meses no ano (vs. 164% do CDI no 9M19), recuou 50,4% no 3T20 (vs. 3T19), explicado principalmente pela queda da taxa de juros. Ainda assim, a rentabilidade da carteira (excluindo previdência) superou o benchmark, favorecida pelo desempenho das alocações em títulos indexados a inflação, obtendo um retorno de 1,26% no trimestre e de 6,96% nos nove meses do ano.

No trimestre, a Porto Seguro comunicou o desligamento de suas controladas do Consórcio DPVAT, com efeitos em 31 de dezembro de 2020. A Empresa esclarece ainda que, por consequência dos desligamentos, as ações da Seguradora Líder detidas pelas Seguradoras da Porto Seguro serão alienadas nos termos previstos no Acordo de Acionistas da Seguradora Líder.

Em relação às iniciativas Ambiental, Social e Governança (ASG) da Porto Seguro, neste trimestre destacam-se a entrada em operação do primeiro guincho elétrico do Brasil, o lançamento do consórcio sustentável para aquisição de placas de energia solar para residências e empresas, e a geração de mais de dois mil postos de trabalho temporário, por meio do programa Meu Porto Seguro, de pessoas que perderam seus empregos durante a pandemia, e que já estão sendo treinadas e capacitadas para voltarem ao mercado de trabalho com mais qualificação e independência.

Os resultados alcançados no terceiro trimestre e no acumulado dos primeiros nove meses de 2020 ratificam mais uma vez a solidez da Porto Seguro, que ao longo de sua história tem superado os desafios por meio do crescimento com preservação da rentabilidade. A empresa segue focada no aprimoramento de seu modelo de negócios e no desenvolvimento de iniciativas que permitam explorar as diversas oportunidades que o mercado oferece.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.