RAMO VIDA: PLATAFORMA DE B.P.O. DA 77Seg

0
670

                       

PLATAFORMA DE B.P.O. DA 77Seg CHAMA A ATENÇÃO DE SEGURADORAS E CORRETORAS COM FOCO NO RAMO VIDA

Mesmo diante de um cenário atual um tanto quanto turbulento, o setor segurador mantém o prumo e segue em frente dando clara demonstração de força e solidez. Nesse contexto, há tempos o ramo de Vida cresce acima da média e pede passagem. A esteira desse crescimento traz consigo a necessidade real e imediata de readequação tecnológica. É a corrida sem fim em busca da excelência nos serviços prestados.

Por conta da demanda, as insurtechs diferenciadas conquistam cada vez mais espaço. Um bom exemplo é a 77Seg, empresa especializada em B.P.O. (Business Process Outsourcing), que vem chamando a atenção de seguradoras e corretoras por conta do desenvolvimento de soluções capazes de conferir extrema agilidade, qualidade e precisão aos processos da carteira de Vida.

Para entender os detalhes que fazem da 77Seg uma das empresas mais destacadas e promissoras, Segurador Brasil entrevistou Mauricio Faggion, CEO e um dos fundadores da companhia, situada na zona Norte da cidade de São Paulo.

Segurador Brasil – Qual é o DNA da 77Seg?

Mauricio Faggion – Vale destacar que a 77Seg não é um software, por isso não a comercializamos. Somos uma startup na essência, e o nosso DNA é ser o melhor remédio para a dor de nosso cliente. Dentre essas dores, temos a inclusão do corretor no mundo digital de maneira gratuita, a entrega por parte da seguradora do produto comercializado e a gestão total das assessorias de seus corretores perante as companhias parceiras.

SB – Quais são os diferenciais do B.P.O. da plataforma?

MF – B.P.O. (Business Process Outsourcing), nada mais é que a terceirização de processos administrativos e, dentro de uma seguradora, isso significa: precificar o produto na ponta, preencher uma proposta, protocolá-la, emiti-la, entregá-la ao cliente e realizar a cobrança. A nossa plataforma, que também é mobile e 100% personalizada com a identidade visual do corretor de seguros, faz tudo isso em menos de três minutos. Nunca divulgamos nossa marca ao consumidor final. Levamos a ele a marca do corretor e, claro, da seguradora parceira.

SB – A empresa suporta demandas de seguradoras, corretoras e do consumidor final. Explique os diferentes processos.

MF – Todas as possíveis e imaginárias. Por exemplo: recentemente fomos procurados por uma seguradora que tinha um projeto de venda de seguro de Acidentes Pessoais em grande escala, comercializado através de Call Center, de maneira individual. Nesse modelo se tornava impossível colher a assinatura do cliente e o prazo entre protocolo e emissão da apólice, bem como a posterior cobrança inviabilizaria a aceitação deste produto por parte do segurado. Diante disso, elaboramos o auto-preenchimento da proposta pelo próprio operador do Call Center deste corretor e, através de uma assinatura eletrônica, conseguimos realizar a concretização de uma venda. Tudo isso porque a plataforma contempla, também, um painel administrativo que possibilita gerir a administração de todas as vendas.

Nesse painel, além da gestão comercial que inclui a geração de relatórios nos mais diversos tipos, o corretor consegue criar o seu marketing de rede, estendendo aos seus colaboradores através de login e senha o acesso à sua plataforma, de tal forma que o detentor desse acesso pode a qualquer momento comercializar para esse corretor o produto disponibilizado pela companhia. Isso é o que chamamos de inclusão do corretor na era digital.

Trata-se de um processo 100% gratuito para corretores e colaboradores, pois quem nos remunera são as seguradoras parceiras do projeto. Comercializamos em nome delas e entregamos os produtos disponíveis em nossa Plataforma.

SB – Qual é a base atual de clientes e quais são as perspectivas de crescimento?

MF – Primeiramente vamos falar do segmento de microsseguros no País. Temos a grata satisfação de sermos, hoje, a plataforma oficial da ANM-Associação Nacional das Microsseguradoras. Prazerosamente, através da ALM – uma das mais atuantes microsseguradoras do país -, estamos distribuindo o microsseguro em todas as comunidades do Rio de Janeiro. A ALM, na pessoa do diretor Edson Calheiros, em parceria com Ruy Oliveira, diretor da Rio de Janeiro II, não está medindo esforços para fazer valer o conceito do microsseguro no país, que nada mais é que um projeto de inclusão social para que o brasileiro possa consumir um produto de seguro que garanta aos seus familiares a tranquilidade merecida na hora da sua ausência. O microsseguro concede ao segurado a faculdade de adquirir a cobertura por ele desejada, seja um simples auxílio funeral ou agregado a um seguro desemprego.

Além dos microsseguros, temos na base de nossos clientes seguradoras que distribuem seus produtos pelo canal corretor, e corretores que atuam em segmentos específicos do mercado, como dissídio coletivo, consignados etc.

Quero destacar uma empresa que utiliza nossa plataforma, a Life on Demand. Acredito ser ela a primeira e única assessoria digital do mercado segurador, desenvolvendo produtos específicos e até exclusivos para corretores que, novamente, através de nossa plataforma, disponibiliza esses produtos aos seus representantes, projetando as vendas em larga escala, que antes sequer existiam.

Também vale ressaltar os cartões de benefícios que oferecem uma gama de produtos e serviços para seus clientes. Aliás, um mercado no qual o corretor de seguros deve estar atento, pois está em franca expansão.

SB – O volume de negócios da 77Seg aumenta em qual escala?

MF – Quando viemos ao mercado, a menos de um ano, imediatamente iniciamos com uma operação de perda de renda contratada por uma das três maiores administradoras de condomínios de São Paulo, projeto este idealizado por um corretor em parceria com uma grande seguradora que, em números, representava 1.880 vidas. Logo na sequência, também totalmente personalizado para um corretor, uma operação contemplando exigências de dissídio coletivo agregando aproximadamente 1.200 empresas, totalizando 10.000 vidas. Em ambos os casos, esse número se faz recorrente desde o início. Atualmente, os números reais que eram mensais, passaram a ser diários com a chegada das microsseguradoras, seguradoras e corretores parceiros.

SB – A 77Seg atende todas as normas rígidas das autarquias que regem o setor?

MF – Desde a Circular 294 da SUSEP, até a recente consulta pública para o Sistema de Registro Eletrônico de Operações das Sociedades Seguradoras, compreendemos nesse universo Assinatura Digital Eletrônica com base ICP-BR, Blockchain, Criptografia de Dados, LPD-Lei de Proteção de Dados Cadastrais e Marco Regulatório do Mercado de Capitalização, dentre tantas outras exigências. São o foco do nosso compliance que, aliás, é realizado por um dos maiores escritórios de advocacia de São Paulo, a Habib Advogados, que gera também todos os contratos com nossos parceiros e hoje trabalha junto a nossa equipe para certificação do ISO.

SB – Alguma novidade prevista para 2019?

MF – Uma startup que não tenha novidades recorrentes em sua operação está fadada a cair em esquecimento. Posso afirmar que o reconhecimento facial para acesso e assinatura já é quase uma realidade nossa, bem como a proximidade da transcrição de fala em texto para o mesmo fim, acesso e contratação.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.