Seguro: o amigo certo nas horas incertas

0
109

(*) por Alexandre Nogueira (foto)

Baseada na reciprocidade, no afeto e na ajuda mútua, a amizade é um dos sentimentos mais importantes e que mais agregam ao convívio das pessoas. Desde 1969, com a chegada do homem à lua – e a expectativa de que a união dos povos seja capaz de superar desafios quase impossíveis –, foi instituído o Dia do Amigo, comemorado em 20 de julho. Mesmo mês em que comemoramos, também, o Dia Internacional da Amizade.

E para marcar essas datas tão significativas para a nossa sociedade, trago uma reflexão sobre a importância da confiança e criação de laços, especialmente após os últimos dois anos em que vivemos, que ressaltaram a imprevisibilidade da vida e do futuro. 

Em um curto espaço de tempo, com a chegada da pandemia, mais pessoas tiveram que lidar com a insegurança financeira e de saúde, além de se adaptarem a um novo modelo de trabalho e de relações humanas gerados pelo home office e o isolamento social. A resiliência da nossa sociedade foi testada, gerando mudanças significativas no comportamento do consumidor, que se tornou mais digital, precavido e exigente.

Para se adequarem a esse novo cenário, as marcas, de modo geral, tiveram que adaptar seus portfólios e plataformas de serviço para que ficassem mais personalizados e gerassem identificação com a nova cultura de proteção e confiança buscada pelos consumidores. Prova disso é o Relatório Especial Edelman Trust Barometer, no qual identificou que 79% dos entrevistados afirmam que hoje é mais importante conseguir confiar nas marcas que compram ou usam do que era no passado. Para os consumidores com faixa etária de 18 a 34 anos esse índice é ainda maior, com 85%. 

No mercado de seguros essa necessidade também se mostrou latente. Além de se posicionarem como um suporte presente em momentos de pequenas e grandes dificuldades, as seguradoras e os corretores de seguros passaram a ter que se antecipar às necessidades do cliente para que ele se sentisse amparado e protegido tanto nos momentos de incertezas como também nos de planejamento para o futuro.

Foi necessário conhecer ainda mais as necessidades, particularidades, dificuldades e expectativas de cada família e de cada empresário, de modo a transmitir a confiança de que se sabe o que é mais indicado de maneira personalizada, levando em conta o momento de vida de cada segurado e do respectivo negócio.

Essa atuação próxima e humanizada, refletiu na mudança de visão das pessoas sobre as apólices de seguro, que hoje são aliadas que trazem segurança e conforto, um investimento primordial. E é inegável que, diante de tantas adversidades, ter esse suporte que se mostrou mais do que um serviço, mas um amigo certo nas horas incertas, fez toda a diferença para milhões de brasileiros. 

As adversidades passam, mas os laços criados nesses momentos de dificuldade permanecerão fortes. A cultura do seguro está cada vez mais presente e se estende para diversos tipos de famílias e lares brasileiros.  Afinal, nos momentos mais delicados, ter alguém com quem contar, que consegue realmente ajudar na resolução dos problemas, sejam eles simples ou mais complexos, é o que torna a relação cada vez mais confiável e longínqua. E, nesse mês em que se comemora datas que celebram a amizade, vale ressaltar a importância de estarmos sempre ao lado dos nossos consumidores, amparando-os e trazendo tranquilidade e confiança para seguirem as suas jornadas de sua vida. Esse é o grande propósito do nosso mercado.

(*) Alexandre Nogueira, Diretor de Marketing do Grupo Bradesco Seguros

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.