SulAmérica marca presença no almoço da Aconseg-SP

0
404

O almoço da Aconseg-SP de outubro ficou marcado pela presença dos executivos da SulAmérica. Entre os assuntos mais comentados foi a importância das assessorias para o crescimento da companhia e a aquisição das operações de auto e massificados da SulAmérica pela Allianz Seguros.

Marcos Colantonio, presidente da entidade, começou lembrando-se das novas assessorias associadas e do trabalho realizado por essa diretoria, que termina em 2019. “Hoje temos a presença de cinco assessorias novas que trabalham com a SulAmérica e agora somamos 33 assessorias na Aconseg-SP. Nós começamos em 2015 com 22 e realizamos um grande trabalho até aqui, somando mais 11 assessorias, o que torna mais assertivo e significativo os números de São Paulo”.

O vice-presidente da Aconseg-SP, Ricardo Montenegro, também ressaltou o número de associadas. “Houve um crescimento de 50% em número de associadas, provavelmente ainda entre mais um neste ano. A produção deve passar de R$ 1,5 bilhão neste ano. Os números serão auditados com os novos associados pelo economista Francisco Galiza”. Ele ainda completa: “Passamos de nove para 12 mil corretores que recebem atendimento direto das assessorias. Atendemos 30% dos corretores ativos do Estado de São Paulo”.

O presidente da SulAmérica, Gabriel Portella, enfatizou a importância das assessorias para a companhia e para o mercado. “A história da SulAmérica e das assessorias é complementar. Ficamos felizes em poder fazer parte desta história, da realidade e da importância das assessorias no Brasil. Tenho certeza que as novas assessorias se juntam em uma associação que contribui muito para o mercado”.

Portella também falou sobre as mudanças no mercado e a adaptação de todos os personagens à nova realidade. “Houve muitas mudanças neste ano e temos que nos adaptar. Vamos entrar em um cenário que talvez não tenhamos vivido até agora. Dizer que teremos um período de juros e inflação baixa nos próximos anos mudará a vida de todo mundo, de oportunidades, de investimentos. Tudo começa a ser questionado, inclusive o papel de cada um de nós na sociedade. Eu sei que estão preparados e que a Aconseg-SP tem estado à frente deste desafio”.

Sobre as mudanças no mercado, Gabriel Portella se diz otimista, pois acredita que o mercado de seguros é um setor de oportunidades. “Ainda vivemos em um negócio chamado mercado de seguros, onde quanto mais mexemos, mais encontramos oportunidade, pois ele está penetrado em todas as línguas de negócio”.

Portella diz que é preciso se preparar para o que virá, mas que a Aconseg-SP ajuda as assessorias e os corretores parceiros com esse desafio. “As assessorias têm um valor enorme, não somente para a SulAmérica, mas para os nove mil corretores de seguros, pois contribui para o crescimento destes profissionais”.

André Lauzana, vice-presidente comercial e de marketing da SulAmérica, deu destaque a diversas iniciativas da Aconseg-SP, principalmente em relação à tecnologia. “Há uma pesquisa que indica que mais de 50% é de micro e pequenas corretoras, que na média, é formada pelo dono e no máximo mais quatro funcionários. Destes, 85% enxergam a tecnologia como alavanca para crescimento. Quando começamos a ver ações que abarcam esses corretores, para discutir e a desmistificar o que era pavor há quatro anos, vemos o papel da associação. Vocês fazem parte da história da transformação do mercado de seguros”.

SulAmérica e Allianz Seguros

Segundo Gabriel Portella, a SulAmérica começa uma fase diferente com a negociação com a Allianz Seguros. “O valor da carteira não está no número de veículos, mas no modelo de negócios desenvolvido pela SulAmérica. Vamos montar uma companhia isolada, funcionando do mesmo jeito que hoje. Essa é a forma de mostrar que atuamos com a melhor estratégia no mercado”.

O presidente da companhia diz que no final da transação, haverá um novo modelo de negócios da SulAmérica implantado. “Que ficará mais concentrada em vida, saúde, odontologia, previdência e investimentos, ou seja, teremos uma sinergia com riscos pessoais. O corretor não precisa se cadastrar na Allianz para continuar trabalhando com a SulAmérica”, esclarece.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.