Tecnologia aliada a ações de prevenção reduzem consultas

0
249

Um dos legados deixados pela pandemia foi o avanço da telemedicina no cuidado integrado à saúde, principalmente entre pacientes com doenças crônicas. Segundo levantamento da Bradesco Saúde, dados mostram que durante o período de isolamento social (abril a setembro/20), houve uma redução de 67% nas consultas em pronto-socorro e 63% em internações entre beneficiários diabéticos acompanhados pelo programa Juntos Pela Saúde da seguradora, em comparação ao mesmo período do ano anterior.

O programa tem como objetivo dar suporte ao beneficiário no cuidado com a saúde, visando mudanças de hábitos e conscientização de atitudes saudáveis, possibilitando melhor controle do estado de saúde e da qualidade de vida do participante, além de estimular a manutenção frequente de consultas com médico assistente para melhor controle da doença. Nesse período de isolamento, o programa evoluiu para o monitoramento por vídeo, oferecendo mais comodidade ao paciente. “O risco da transmissão da Covid-19 e o medo de contaminação em ambiente hospitalar geraram uma mudança comportamental das pessoas em geral. Com a telemedicina, o monitoramento e o tratamento de crônicos não foram interrompidos, sendo o atendimento remoto seguro e eficaz”, ressalta Thaís Jorge (foto), diretora da Bradesco Saúde.

Em outra frente de atuação, apenas 0,35% dos pacientes monitorados pela rede de clínicas Meu Doutor Novamed, que faz parte do grupo segurador, apresentaram necessidade de consulta médica presencial. Neste programa, o acompanhamento também tem como objetivo melhorar a qualidade de vida dos pacientes com doenças crônicas, através de prevenção de possíveis complicações, em consequência de maus hábitos de vida, reduzindo casos de automedicação, internações e idas ao pronto-socorro.

Esse resultado é fruto do trabalho de monitoramento a distância de equipes multidisciplinares, como médicos, enfermeiros e psicólogos, que acompanham e realizam ações para prevenir complicações da doença. Em mais de 61 mil atendimentos por videoconsultas, já realizados pela Bradesco Saúde até agora, 88% dos atendimentos foram resolutivos, sem a necessidade de encaminhamento a hospitais e clínicas de pronto-atendimento.

Desde o lançamento do serviço de consulta a distância, já somam mais de 140 mil atendimentos por vídeo e por telefone. Aproximadamente 30% dos beneficiários já realizaram duas ou mais consultas. Isso demonstra uma forte fidelização ao serviço após a primeira experiência. “A tecnologia aliada à coordenação do cuidado, com foco no atendimento primário, tem contribuído para resultados expressivos no controle e prevenção de doenças e na promoção de saúde. Com atendimento por vídeo, ampliamos a assistência aos nossos beneficiários, proporcionando mais conforto, agilidade, qualidade e eficiência”, conclui Thaís.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.