Tendências globais do turismo

0
310

Apesar da inflação, turistas não deixam de viajar no verão, mesmo para destinos próximos; cenário deve se repetir neste final de ano no Brasil

Uma pesquisa recente do Grupo Europ Assistance em parceria com a Ipsos – a terceira maior empresa de pesquisa e de inteligência de mercado do mundo – revelou que três quartos dos europeus consultados viajaram nas últimas férias de verão, que terminaram em 22 de setembro. Mais do que um crescimento de 4% sobre o mesmo período do ano passado, este também é o maior volume já registrado desde 2011.

O levantamento – que teve como objetivo monitorar as tendências globais do turismo – ouviu 15 mil adultos em países como Itália, França, Espanha, Suíça, Alemanha, Áustria, Portugal, Bélgica, Polônia, República Tcheca e Reino Unido. Também foram ouvidas pessoas residentes nos Estados Unidos, Canadá, Malásia e Austrália.

Outro dado relevante que a pesquisa aponta é que, apesar do crescimento da inflação em diversos países, as pessoas não deixaram de viajar, mesmo para destinos próximos. Da mesma forma, as preocupações relacionadas ao Covid-19 também estão desaparecendo, já que menos viajantes evitaram lugares lotados por receio de uma nova epidemia ou quarentena no exterior.

Por outro lado, há também uma maior conscientização quanto a importância de contar com proteção durante a viagem. Na Itália, por exemplo, 73% dos jovens entre 18 e 24 anos optaram por viajar ao exterior nessas férias de verão com seguro viagem.

Segundo Gabriel Rego (foto), Head Travel Brazil da Europ Assistance, “com a pandemia, o segmento ganhou relevância e hoje possui uma importância muito maior no planejamento de qualquer viagem. As pessoas agora se interessam em saber sobre as coberturas oferecidas e os seus respectivos limites. Acredito que esse mesmo cenário que vimos na Europa e em outros países, com as pessoas se protegendo e querendo ir viajar, se repetirá por aqui”.

No Brasil, a empresa já começou as preparações para o ‘Plano Verão’, período que vai de dezembro a março e envolve o início das férias escolares, as festas de final de ano e o Carnaval. Nessa época do ano, a empresa aumenta o número de prestadores para atender os turistas que viajam para mais de 30 cidades no litoral, em quatro estados.

Também nesta época acontece a temporada de cruzeiros pela costa brasileira, que este ano será a maior da história, com saídas desde o final de outubro até o começo de maio. Parceiro global de uma das maiores companhias do setor, o executivo acredita que a demanda será intensa.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.