Brasil começou 2023 com mais de 284 mil tentativas de fraude de identidade

0
256

Segundo o Indicador de Tentativas de Fraude da Serasa Experian, os brasileiros sofreram 284.198 mil tentativas de fraude de identidade em janeiro de 2023, o que significa que a cada 9 segundos um brasileiro é vítima dos fraudadores. Em comparação ao mesmo mês do ano passado, houve queda de 24,2%, quando foram registradas 375.064 tentativas.

“Apesar da queda em relação ao ano anterior, o número é significativo. É fundamental que o consumidor tenha muita atenção com seus dados pessoais e as empresas devem investir em soluções de autenticação e prevenção à fraude, além de conscientizar seus clientes divulgando informações e orientações seguras”, diz o diretor de Produtos de Autenticação e Prevenção à Fraude da Serasa Experian, Caio Rocha.

Pessoas de 36 a 50 anos foram as mais atingidas

Na visão por idade, a população com idade entre 36 e 50 anos foi a que mais sofreu com tentativas de fraudes por identidade em janeiro de 2023, com 103.984. Em segundo lugar, estão os consumidores de 26 a 35 anos, que sofreram 78.099 tentativas. O ranking segue com pessoas entre 51 e 60 anos (40.335 mil tentativas), aqueles de até 25 anos (31 mil tentativas) e consumidores acima de 60 anos (30.780 mil tentativas).

No recorte por setores, as tentativas de fraude em janeiro de 2023 relacionadas ao segmento de Bancos e Cartões lideraram com mais de 133.970. Em segundo lugar, ficou o setor de Serviços com 78.219, seguido pelas Financeiras com 55.703. Varejo apareceu em quarto lugar, com 12.577 pessoas que foram alvo. Telefonia ficou em último lugar, com 3.729.

No ranking estadual, São Paulo liderou com 87.564 tentativas no mês de janeiro. O Rio de Janeiro ficou em segundo, com 28.694, e, terceiro, Minas Gerais, com 25.860. O estado com o menor índice foi Roraima, com 489. Veja na tabela abaixo as informações completas:

“É indispensável que as empresas invistam cada vez mais em soluções de autenticação e prevenção à fraude para combater a ação dos golpistas, evitando assim muitos prejuízos. A população brasileira também precisa desempenhar um papel de total atenção com seus dados pessoais, desconfiar de ofertas milagrosas, não clicar em links de sites desconhecidos para não facilitar a vida dos criminosos”, reforça o executivo.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.