Chubb quer ampliar alcance do seguro de D&O no mercado brasileiro

0
466

De acordo com dados da Federação Nacional de Seguros Gerais (FenSeg), a arrecadação registrada no segmento de Directors & Officers (D&O, na sigla em inglês) no período de janeiro a julho deste ano atingiu R$ 651 milhões, o que representa um aumento de 49,1% em relação ao mesmo período de 2020. Líder do mercado, de acordo com dados publicados pela Superintendência de Seguros Privados (Susep), a Chubb está promovendo uma série de ações para oferecer aos corretores de seguros acesso a informações e detalhes do produto. O objetivo é ajudar os parceiros a levar essa proteção a um número ainda maior de executivos.

Voltado a garantir o ressarcimento de valores pagos a título de indenização determinada pela Justiça por danos causados a terceiros em consequência de atos de gestão do executivo, o D&O já vem crescendo de forma consistente há algum tempo no Brasil. Segundo dados da FenSeg, o volume de prêmios arrecadados pelas seguradoras com o produto de janeiro a dezembro de 2020 foi 52,4% superior ao registrado ao longo de 2019. A ampliação do interesse espelha um aumento da percepção de risco por parte dos executivos e das corporações. Mudanças na legislação, como a chamada “lei anticorrupção”, de 2014, e novas normas criadas na sequência, certamente estão entre os fatores responsáveis.

As recentes transformações no ambiente de negócios geradas pela pandemia também afetam a percepção de risco e fazem com que empresários e executivos busquem reduzir sua exposição. Esse movimento foi percebido por conta do crescimento dos seguros de responsabilidade civil de forma geral. O segmento teve alta de 34,7% no volume de prêmios arrecadados na primeira metade de 2021, em comparação com o mesmo período do ano passado. Nesse mesmo intervalo de tempo, o seguro de D&O avançou de 47,2%.

“Em um cenário turbulento, marcado por desarranjos no setor produtivo gerados pelas paralisações ou pela falta de insumos, como reflexo da pandemia, as disputas na Justiça tendem a aumentar. Isso torna a contratação de uma apólice de D&O uma exigência adicional para proteção dos executivos”, avalia Luciano Santos, Vice-Presidente de Subscrição P&C da Chubb. O crescimento da carteira de D&O no mercado segurador fez com que um número cada vez maior de executivos tivesse acesso a essa proteção, mas a distribuição não se deu de forma homogênea.

“Empresas multinacionais e grandes empresas de capital aberto já assimilaram a importância da contratação desse tipo de proteção, cada dia mais exigida por executivos que assumem postos de liderança”, diz o executivo. “Por outro lado, boa parte dos executivos de empresas familiares e de organizações de médio ou pequeno porte ainda não desfruta esse benefício. É justamente nessa faixa que queremos atuar, por meio de um trabalho de sensibilização, realizado em parceria com os corretores”, completa Santos.

Ao longo do mês de outubro, a Chubb promoveu treinamentos focados no seguro de D&O. A cada terça-feira, executivos da Chubb estiveram reunidos com corretores nos encontros do evento virtual denominado Chubb Digital. Lançada em março de 2020, a iniciativa já contou com a participação de milhares de corretores. A cada mês, a seguradora mapeia os temas relevantes para os parceiros e coloca seus especialistas para desenvolver o roteiro e participar das transmissões ao vivo pela internet.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.