Debate do CVG-SP aponta potencial do seguro de vida e meios para a expansão

0
396

Para Nilton Molina, Josusmar Sousa e Rogério Araújo, momento é propício para o crescimento do ramo, mas mercado precisa investir em qualificação e capacitação.

O Clube Vida em Grupo São Paulo (CVG-SP) realizou um encontro especial – o primeiro da gestão do novo presidente Marcio Batistuti -, no dia 17 de abril, no Terraço Itália. Além do talk show com a presença ilustre de três dos maiores especialistas em seguro de vida no país, o evento foi marcado por novidades. Uma, foi o lançamento da nova logomarca do CVG-SP e, outra, a estreia do novo curso de vendas consultivas. Na ocasião, a entidade apresentou, ainda, duas novas associadas.

Vida em crescimento

O crescimento do seguro de vida no pós-pandemia foi a questão que o mediador do talk show, Renato Barbosa, diretor de Relações com Mercado do CVG-SP, apresentou ao trio de especialistas. Nilton Molina, presidente do Conselho de Administração da MAG Seguros, apresentou dados que mostram o crescimento de 222% do seguro de vida no país.

Já o seguro de vida em grupo cresceu 180% e o de vida individual 348% nesse período. Segundo ele, as seguradoras independentes do mercado de seguro de vida registraram crescimento de 305% contra 175% das ligadas a bancos. “O mercado das independentes e o seguro de vida individual caminharam na mesma direção”, concluiu.

Josusmar Souza, CEO do Grupo Líber e Country Chair Brazil da MDRT, afirmou que previu, em 1997, que o seguro de vida ultrapassaria o de automóvel até 2020. “Aconteceu em 2017”, disse. Com base em dados, Molina concluiu que a venda de seguro de vida individual está crescendo, mas não necessariamente por intermédio do corretor de seguros tradicional. “A venda de seguro de vida requer consultoria e especialização”, disse.

Para Rogério Araújo, é preciso ter cuidado com o que se entrega para não criar uma falsa sensação de proteção. Josusmar cobrou atitude dos corretores. “O corretor precisa de capacitação e qualificação, levantar da cadeira e buscar o ser humano onde ele estiver”, ressaltou.

Novidades

O CVG-SP apresentou, em primeira mão, no evento a sua nova identidade visual. A nova logomarca traz os elementos tradicionais, como o mapa e a sigla, além de acrescentar o slogan “Conectando o nosso mercado”. “A vanguarda e o poder de transformação sempre fizeram parte da identidade do CVG-SP”, disse Batistuti.

Coube à diretora de Seguros do CVG-SP, Asenate Souza, anunciar o novo curso online “Vendas Consultivas no Segmento Vida Individual e Previdência Complementar”, que será realizado entre os dias 15 de maio e 28 de junho. O instrutor Rogério Araújo informou que além da técnica, colocará muito de sua vivência nas aulas. “Vou ensinar como se faz, como levar benefícios e soluções”, disse.

O CVG-SP conquistou duas novas associadas para o seu quadro. A benemérita Centauro-ON, que retornou à condição de associada, foi representada pelo CEO Ricardo Iglesias. Estreando como sócia-parceira, a Easy2Life foi representada por seu presidente Carlos Alberto Trindade.

No encerramento do encontro, o presidente Batistuti fez um balanço positivo. “Estou muito feliz, hoje é um dia especial. Logo mais faço 30 anos de carreira em seguro de vida, em que o Molina foi uma inspiração. Foi ele, também, que me apresentou o Osmar Bertacini, e este ao CVG-SP. Continuei aqui nas gestões posteriores e agora o meu trabalho é de continuidade, com muita honra”, disse.

Foto (crédito: Antranik Photos): Josusmar Sousa, Nilton Molina e Rogério Araújo

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.