Grupo Sancor celebra 75 anos

0
90

O Grupo Sancor Seguros completa 75 anos de existência. Os motivos para comemorar são vários. Atualmente, a empresa do maior conglomerado segurador porteño, responsável por 11,2% do mercado argentino, colhe frutos da expansão de suas funções. No país de origem, a companhia já é um grupo econômico, formado ainda por um banco, uma operadora de saúde pré-paga e uma aceleradora startups. No Brasil, a Sancor está presente desde 2013, onde já se consolidou no mercado nacional. Na carteira de Pessoas, figura entre as 25 melhores na lista da SUSEP (Superintendência de Seguros Privados). No setor agrícola já é a terceira colocada no ranking das maiores do País.

O modelo aplicado na Argentina, que fez o Grupo crescer do interior para outras regiões do País, também foi aplicado no Brasil nestes primeiros 7 anos de expansão. A seguradora brasileira tem sede em Maringá, no Paraná, mas já atua em todo Brasil. Hoje são sete filiais nas cidades de Blumenau (SC), Cascavel (PR), Curitiba (PR), Londrina (PR), Porto Alegre (RS) e Uberlândia (MG). Além de 12 escritórios comerciais espalhados pelos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e no Distrito Federal.

Entre os desafios a serem superados neste momento de consolidação, o diretor geral da Sancor Seguros no Brasil, Fernando Alloatti (foto), elenca a atuação no Agro, que hoje rende uma ressignificação dos trabalhos, com base na expertise argentina, onde a empresa é líder, adaptando novas estratégias às intempéries climáticas do Brasil, por meio da implantação de tecnologia. “A agricultura sempre foi nossa porta de entrada para outros países. Aqui, cada estado é um ‘país dentro do Brasil’. Isso faz com que a distribuição e a nossa participação tenham custos mais elevados, gerando impactos de escala, positivos ou negativos, em cada decisão tomada. Uma das vantagens é que há espaço para se desenvolver em nichos (cobertura ou região) diferentes. Através de tecnologia e inteligência, aplicada ao processo de aceitação de riscos, estamos alcançando outras regiões e ajustando as condições nas áreas com maior probabilidade de perdas”, analisa.

Aliás, a tecnologia teve um grande salto em um ano complexo como 2020. O executivo destaca iniciativas como o aplicativo de telemedicina “Chamando o Doutor” e o “Sancor +” como ações fundamentais durante a pandemia. “A telemedicina já estava nos planos como adicional em alguns produtos. Com a pandemia, esse processo foi acelerado e hoje é um diferencial”, disse. “Já as outras inovações nos permitiram trabalhar remotamente sem perder qualidade, com a possibilidade de continuar oferecendo produtos, garantindo a continuidade das coberturas aos clientes e assim fomentando o crescimento saudável da carteira”.

De acordo com Alloatti, o desenvolvimento tecnológico continua em 2021. “Estamos trabalhando para integrar mais tecnologia aos processos, como automação (RPA) em algumas áreas para melhorar os tempos de resposta e para que a equipe realize procedimentos de maior valor agregado. Também está em estudos um novo produto especial na área de Vida e a criação de análise paramétrica, o que já aplicamos em outros países, para a agricultura”, adiantou.

Em ano de pandemia, Sancor registra alta de 30,7% no produto Pessoas

A pandemia ocasionada pelo coronavírus impulsionou um aumento na procura por seguros de vida em todo o Brasil. De acordo com dados da Superintendência de Seguros Privados (Susep) – órgão que regula o setor -, de janeiro a setembro deste ano, os seguros contratados tiveram uma alta de 11,7% em relação ao mesmo período do ano passado. Na Sancor Seguros, o número ultrapassou a média nacional. As aquisições da carteira de Pessoas cresceram 30,7%, em relação ao ano passado.

O resultado ainda consolida a carteira como a maior entre os produtos oferecidos pela Seguradora no Brasil, e agora representa aproximadamente 40% do market share total. Ainda em relação a 2019, houve crescimento destacado nas contratações de Prestamista (50,2%), Vida Rural (70%), Acidentes Pessoais Coletivos (142,7%) e Vida Individual (24,8%).

O gerente Nacional de Seguros Pessoas, Rafael Leonel, analisou o cenário e o comportamento dos clientes. “O seguro de vida se apresentou como uma alternativa às incertezas da pandemia, com relação aos aspectos financeiros e familiares. Nós aderimos a cobertura para COVID-19 em nossas apólices, realizando o pagamento de sinistros em decorrência de mortes pela doença”.

Já em termos de mercado, o executivo destacou os investimentos da Seguradora em tecnologia, para adaptação a este período desafiador, como o lançamento do aplicativo Sancor Seguros, que permite a comercialização, contratação de coberturas e assinatura de apólices em processos 100% digitais. “Demos um salto tecnológico, que nos permitiu chegar a localidades mais distantes, de forma virtual, o que ainda gerou um ganho em relação à logística e mais praticidade, tanto para corretores, quanto para clientes”, comparou.

Outro avanço tecnológico foi o lançamento do aplicativo de telemedicina, “Chamando o Doutor”, que oferece 24 horas de atenção médica qualificada e imediata, sem qualquer custo adicional por consulta, por videochamadas, sem que haja a necessidade de sair de casa em busca de ajuda profissional. Desde seu lançamento, em outubro, o  “Chamando o Doutor” resultou em um aumento direto de 30% nas contratações dos produtos Vida Mulher, Vida Fácil II, Vida Individual GC e Vida Individual Sancor Digital.

Leonel também credita os resultados positivos às campanhas realizadas e ações pontuais, como Outubro Rosa e Novembro Azul. “Atuamos com coberturas de doenças graves em nosso portfólio de produtos, como o Vida Individual Flexível, que abarca o diagnóstico de câncer e o Vida Mulher, que conta com a cobertura para câncer feminino. São produtos muito procurados nos meses de campanhas nacionais de conscientização”.

Para 2021, uma das metas da carteira de Pessoas é a ampliação da telemedicina em produtos individuais e coletivos. “A partir de janeiro, a facilidade já estará disponível para o Vida Cooperado da Rede Sicoob Unicoob. Também focaremos na criação de produtos personalizados para parceiros estratégicos de distribuição, visando melhorar ainda mais a experiência do corretor e segurado com a Companhia”, finalizou.

Sancor Seguros sobe três posições no ranking de maiores do Sul

A Sancor Seguros subiu três posições no ranking das 500 maiores do Sul, promovido pelo Grupo Amanhã, em parceria com a PwC Brasil. O tradicional levantamento, que já ocorre há 34 anos, foi divulgado no final de dezembro de 2020. De acordo com o resultado, a Seguradora passou da 276ª posição, no ano anterior, para o 273º lugar na lista atual. Com isso, a Companhia também figura entre as 13 empresas com sede em Maringá (PR), que compõem a pesquisa.

Para efetuar a classificação, as corporações são avaliadas a partir de um critério exclusivo: o Valor Ponderado de Grandeza (VPG). Este indicador reflete, equilibradamente, tamanho e performance da empresa pela ponderação dos três grandes números de um balanço: patrimônio líquido (com peso de 50%), receita líquida (40%) e lucro líquido ou prejuízo (10%).

Por uma questão de credibilidade, todas as informações são extraídas de uma única fonte: os balanços financeiros das empresas listadas. A conquista se deve ao faturamento apurado pela Seguradora, totalizando R$442 milhões. A cifra é 3% maior do que a que foi apresentada no exercício anterior, quando a empresa alcançou R$429 milhões.

O diretor geral da Sancor Seguros, Fernando Alloatti, destaca a conquista como mais uma etapa de consolidação da empresa, que completou 75 anos na Argentina e caminha para o oitavo ano de atuação no Brasil. “Deixamos a fase de “startup” para iniciar uma trajetória de solidificação no mercado local. O reconhecimento mostra nossa importante participação na região Sul, onde está nossa sede. O desafio agora é expandir cada vez mais”, finalizou.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.