No Mês do Orgulho, Liberty Seguros reforça compromisso com diversidade e inclusão

0
292

No Mês do Orgulho LGBTQIAPN+, a Liberty Seguros está promovendo uma série de ações em prol das temáticas de diversidade e inclusão. Entre os projetos, a seguradora realizou uma palestra com Gabriela Augusto, primeira pessoa trans a ser reconhecida pela Forbes Under 30 e que tem atuado ao lado de grandes organizações do Brasil e do mundo em iniciativas de DEI. O evento, que teve como tema central “Por que temos orgulho?”, ocorreu na última quarta-feira, dia 21, e contou com a abertura de Patricia Chacon (foto), CEO da Liberty no Brasil, e Delane Giannetti, CTO e Sponsor do Grupo de Afinidade Pride da companhia.

Durante a conversa, Gabriela parabenizou a iniciativa da empresa e pontuou que a informação é a principal ferramenta no combate ao preconceito, reforçando a importância de se falar cada vez mais sobre diversidade e equidade. Ao longo do evento, que contou com a participação massiva dos colaboradores da empresa, ela apresentou diferenças entre conceitos de gênero, desmistificou termos e tirou dúvidas sobre o que se deve ou não falar em determinadas situações, agregando ainda mais conhecimento ao público presente.

A atenção aos temas de diversidade e inclusão está no DNA da Liberty há anos. Exemplos disso são os grupos de afinidade voluntários liderados por colaboradores aliados às causas, que têm o objetivo de conduzir discussões e ter ideias voltadas a questões de gênero, da comunidade LGBTQIAPN+, pessoas com deficiência, gerações, raças e etnias. Dessa forma, é possível garantir um ambiente no qual todos têm oportunidades equitativas, além de terem seus direitos respeitados e a liberdade para serem quem são.

Comunicar é educar

Além da palestra com a especialista Gabriela Augusto, outra forma que a Liberty encontrou de fomentar um ambiente seguro para a comunidade LGBTQIAPN+ e celebrar a causa de grupos minoritários foi a produção do podcast “DEIcast – Não sabia, agora sei”. Em maio, a companhia lançou a segunda temporada do projeto, que foi toda gravada no estúdio da Fundação Dorina Nowill, referência em inclusão de pessoas com deficiência visual.

A primeira temporada foi produzida em parceria com a Nohs Somos, startup de impacto social que criou um mapa que localiza estabelecimentos seguros e amigáveis para a população LGBTQIAPN+.

A iniciativa é parte de uma ação de letramento do Grupo Liberty Brasil, que traz conteúdos desenvolvidos por especialistas em diversidade para toda a companhia, contribuindo para que o conhecimento seja disseminado. Por meio dele, é possível despertar reflexões voltadas para diversidade, equidade e inclusão, tanto para os funcionários e funcionárias quanto para a comunidade de forma geral.

Novidade na bandeira

Pelo segundo ano consecutivo, a Liberty ainda hasteou a bandeira LGBTQIAPN+ no Hub Brooklin. A ação visa reforçar que a companhia é comprometida com a criação de um ambiente de trabalho inclusivo e acolhedor para todos os colaboradores e colaboradoras.

Depois de uma conversa entre os representantes da companhia e os organizadores do movimento, a Liberty lançou uma novidade em 2023: um novo design da bandeira. A atualização foi feita pelo designer norte-americano Daniel Quasar e, além das tradicionais cores do arco-íris utilizadas pela comunidade desde 1987, foi adicionada uma seta apontando para a direita – o que, segundo Quasar, indica progresso.

“Temos muito orgulho do que a Liberty vem fazendo em diversidade e inclusão e progredimos cada vez mais nesses programas. O compromisso com essas pautas é um diferencial da companhia e um trabalho do qual não abrimos mão”, explica Patricia Chacon. “Por meio de projetos como os que estamos promovendo no Mês do Orgulho, ficamos mais próximos do nosso objetivo de garantir um ambiente totalmente seguro para qualquer pessoa, independente de gênero, pensamento ou orientação sexual”, completa a executiva.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.