Planos de previdência somam R$ 41,7 bilhões – alta de 19% no 3° trimestre

0
257

Os planos de previdência privada continuaram a crescer no Brasil no terceiro trimestre de 2022, alcançando R$ 41,7 bilhões e alta de 18,8% sobre o mesmo período do ano anterior. Já nos nove primeiros meses de 2022 os valores superaram os R$ 115,6 bi, montante 15% maior do que em 2021. Os dados são de levantamento realizado pela Federação Nacional de Previdência Privada e Vida – Fenaprevi.

Ainda no terceiro trimestre houve R$ 30 bilhões em resgates, que vêm registrando menor crescimento e cujo resultado impacta positivamente a captação líquida dos planos, de R$ 11,6 bilhões, e que obteve alta de 41,4% e no mesmo período comparado ao ano passado.

Atualmente, o setor de previdência privada conta com R$ 1,2 trilhão de ativos no Brasil, o equivalente a 12,5% do PIB.

VGBL é o preferido dos brasileiros

Dentre os planos, o Vida Gerador de Benefício Livre (VGBL) continua como o produto de maior volume de aportes entre os participantes brasileiros, com R$ 38,9 bilhões em prêmios e contribuições, e crescimento 19,8% acima do resultado apresentado em 2021.

Na sequência vêm o Plano Gerador de Benefício Livre (PGBL), com R$ 2,6 bi acumulados, e os planos tradicionais e FAPI que registraram R$ 199 milhões em captação bruta. Os números são do levantamento da Fenaprevi e consideram o terceiro trimestre de 2022 sobre o mesmo intervalo do ano anterior.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.