Prêmio de Inovação em Seguros registra recorde de projetos inscritos

0
249

Ao todo, foram habilitados 60 projetos em Produtos e Serviços, 50 em Processos e Tecnologia, 48 em Comunicação e 33 em Sustentabilidade

A edição 2023 do Prêmio Antônio Carlos de Almeida Braga de Inovação em Seguros, Previdência Aberta, Saúde Suplementar e Capitalização, organizado e promovido pela Confederação Nacional das Seguradoras (CNseg), registrou o marco recorde de 209 inscrições, superando as 12 edições anteriores. Do total, foram habilitados 60 projetos na categoria de Produtos e Serviços, 50 em Processos e Tecnologia, 48 no grupo Comunicação e 33 em Sustentabilidade.

A equipe responsável pela premiação destacou alguns fatores determinantes para o significativo aumento no número de inscrições e projetos qualificados. Segundo eles, o elevado engajamento de profissionais de diversos setores, aliado à estrita observância do regulamento, resultou na aprovação de 91% das inscrições para a fase de competição. Além disso, a adesão de novas empresas interessadas em participar da premiação, em benefício do setor segurador, também foi reconhecida pela equipe como um fator crucial para esse sucesso.

Todos os autores já foram notificados sobre o status de seus trabalhos e deverão ficar atentos ao anúncio da lista de finalistas, prevista para o dia 14 de novembro de 2023. Todo o cronograma do Prêmio com as próximas fases do concurso também pode ser consultado no site oficial.

A entrega dos prêmios está marcada para acontecer no dia 30 de novembro de 2023, no Museu do Amanhã, Rio de Janeiro. O Prêmio de Inovação em Seguros tem o objetivo de reconhecer as iniciativas dos profissionais da área de seguros, que apresentem relevantes impactos para suas empresas, seus acionistas, para o setor e à sociedade.

Capitalização supera expectativas e apresenta número recorde de cases

A Capitalização bateu recorde de participação no Prêmio Antonio Carlos de Almeida Braga de Inovação, organizado e promovido pela Confederação Nacional das Seguradoras (CNseg). Pela primeira vez, 35 cases do segmento foram inscritos e 100% destes habilitados a concorrer aos prêmios. Do total, foram apresentados 16 trabalhos na categoria “Processos e Tecnologia”, 8 em “Produtos e Serviços”, 6 em “Comunicação” e 5 em “Sustentabilidade e ASG”.

Para Denis Morais, presidente da Federação Nacional de Capitalização (FenaCap), o resultado mostra que o segmento tem muitas iniciativas inovadoras que contribuem para a evolução do setor. Os 35 cases de Capitalização estão concorrendo com outros 175 dos segmentos de Seguros, Previdência Privada e Saúde Suplementar.

A lista dos 20 finalistas será divulgada em 14 próximo. Depois, em 21, 22 e 23 de novembro, os autores dos cases finalistas partem para a defesa oral de seus projetos para uma banca de especialistas renomados em inovação e no mercado segurador.

A última e mais esperada etapa será realizada em 30 de novembro, no Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro, quando os três vencedores de cada categoria serão anunciados.

Com o lema “A inovação muda a gente. E a gente muda junto.”, serão distribuídos mais de R$ 220 mil aos ganhadores. O valor total do prêmio é dividido em R$ 30 mil, R$ 15 mil e R$ 10 mil, que serão entregues ao 1º, 2º e 3º lugares, respectivamente, em cada uma das quatro categorias.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.