Recife terá Semana Municipal do Seguro a partir de 2024

0
120

A Câmara do Recife aprovou o Projeto de Lei 150/2023, de autoria do vereador Zé Neto, que cria a Semana Municipal do Seguro. A ação entrará no calendário oficial de eventos da capital pernambucana a partir de 2024 e acontecerá anualmente, sempre na segunda semana do mês de agosto.

De acordo com o vereador Zé Neto, que já atuou como corretor de seguros, a ideia da proposta é difundir e valorizar a cultura e o mercado securitário, como forma de fortalecer a sociedade em suas mais diversas relações. “Também visamos valorizar os profissionais que fazem parte do setor e levar informações importantes sobre proteção para os recifenses”, afirma.

O presidente do Sindicato da Seguradoras Norte e Nordeste (Sindsegnne), Ronaldo Dalcin, comemorou a aprovação do Projeto de Lei. “A criação da Semana Municipal do Seguro no Recife é, de fato, algo que coroa uma indústria que vem demonstrando sua importância na economia e na sociedade e, cada vez mais, trazendo essas iniciativas à tona para que elas alcancem toda a população”, aponta.

Segundo Dalcin, a iniciativa será uma importante ferramenta para que a bela história do mercado de seguros continue sendo construída, promovendo proteção, soluções securitárias, geração de empregos, recolhimento de impostos e tudo o que, de fato, essa indústria pode proporcionar a todos os países, a todos os estados e à cidade do Recife.

Carlos Valle, presidente do Sindicato dos Corretores de Seguros de Pernambuco (Sincor-PE), também registrou seu agradecimento. “A Semana Municipal do Seguro é de uma importância muito grande, até porque virou uma lei, sendo assim, passa a ser obrigatório que o poder público promova ações que divulguem o mercado segurador, em favor dos consumidores e da proteção das pessoas. É muito bom termos um aliado como o vereador Zé Neto nessa missão de difundir cada vez mais a cultura do seguro”, celebra.

De acordo com dados da Confederação Nacional das Seguradoras (CNseg), o setor de seguros pagou, no primeiro semestre de 2023, mais de R$ 4 bilhões em indenizações, benefícios, resgates e sorteios apenas no Norte e Nordeste (sem Saúde e DPVAT). Em Pernambuco, retornaram para a sociedade mais de R$860 milhões em pagamentos, entre janeiro e junho deste ano.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.