Rio de Janeiro ganha novo espaço de cultura: o Teatro Prudential, na Glória

0
732

O carioca ganhou um novo espaço cultural para desfrutar.  É que o antigo teatro Manchete, patrimônio tombado, acaba de ser devolvido ao público após passar por reformas e receber naming rights. Localizado no histórico Edifício Manchete, na Glória, o espaço – projetado por Oscar Niemeyer e com paisagismo assinado por Burle Marx, nos anos 1960 -, reabre como Teatro Prudential – Sala Adolpho Bloch. O teatro também conta com o patrocínio da Rede D’or São Luiz.

A Prudential do Brasil e a Aventura são as responsáveis por devolver ao Rio de Janeiro esse espaço tradicional de arte e cultura. O novo projeto oferece ao carioca um verdadeiro polo cultural, pois além do teatro, que conta com 359 lugares e um palco de 140 m² equipado para receber todos os tipos de espetáculo, o espaço dispõe, ainda, de um centro de convivência e ensaios, criado para receber várias produções ao mesmo tempo. Além disso, o projeto inclui um espaço bistrô com mesas a céu aberto e vista para um charmoso chafariz.

O Teatro Prudential contará sempre com um entretenimento plural, que valorize a diversidade cultural para os amantes da arte. A programação será variada, já que a intenção é atender a todos os públicos, inclusive crianças, que serão contempladas com peças infantis e atividades diversas.

Para Aura Rebelo (foto), vice-presidente de Marketing & Digital da Prudential do Brasil, o Teatro Prudential tem relação direta com o negócio da companhia. “Enquanto seguradora, nós buscamos fazer parte da vida das pessoas. E o seguro de vida nada mais é do que devolver para uma pessoa ou para uma família parte do seu patrimônio após uma adversidade. Então, estamos muito orgulhosos por devolver ao Rio de Janeiro um patrimônio tão importante”.

Conectada às demandas culturais, a Prudential do Brasil investe em eventos culturais desde 2016. E a Aventura, que também administra o Teatro Riachuelo Rio, encontrou na seguradora a parceira ideal para renovar mais uma vez um espaço cultural histórico na cidade. “Nos orgulhamos de resgatar patrimônios culturais tão emblemáticos para a história da arte e da cultura no Rio de Janeiro. Encontrar empresas com os valores alinhados aos nossos torna possível transformar sonhos em realidade”, afirma Aniela Jordan, que também é o nome por trás da curadoria do Teatro Prudential.

Antes de reabrir as portas, o Teatro Prudential foi reformado para receber shows, peças, espetáculos de dança e palestras. Foram trocados todos os carpetes e estofados das poltronas, e também equipado o palco. Além disso, foram feitas obras em todas as salas do subsolo para adequá-las aos ensaios de diversos espetáculos.  Ao todo, são cinco salas disponíveis para ensaio: uma grande, que é uma réplica do palco, duas de tamanho médio e outras duas menores.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.