Tecnologia para desburocratizar processos de seguros: crescimento do transporte de cargas

0
133

Segundo o Radar CNT do Transporte divulgado pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), o PIB do transporte obteve crescimento expressivo de 11,4% em 2021 contra 4,6% do PIB geral. De acordo com a Agência Nacional de Transportes, existem, hoje, no Brasil, mais de 700 mil transportadoras (frotas registradas, entre autônomos, empresas e cooperativas) que somam quase 2 milhões de veículos. Hoje, o modal rodoviário, por exemplo, é responsável por mais de 60% da movimentação de mercadorias.

Ao mesmo tempo, o mercado como um todo necessita de processos e tecnologias que propiciem desburocratização. Em especial, o segmento de seguros de transporte de cargas necessitava de um modelo mais ágil para atender às exigências dos órgãos reguladores, enfim para que a logística jamais pare ou se torne lenta.

Para desburocratizar processos na contratação de seguros de mercadorias para as transportadoras, foi criada a primeira insurtech da logística brasileira: a Transporte Seguro  desenvolvida em parceria com a Argo Seguros e o Grupo PVA Corretora de Seguros com atuação nacional há quase 40 anos.

Segundo Manoel Resende, CEO da Transporte Seguro, o mercado necessitava de um modelo ágil com fácil acesso a seguros de transportes (RCTR-C e RCF-DC). “Hoje, uma transportadora ao contratar o seguro para suas cargas não precisa mais responder um questionário imenso com mais de 50 perguntas, visto que a inteligência da nossa plataforma solicita informações muito mais simples”

Após responder 10 itens simples e fáceis sobre Quantidade de embarques por mês; Valor médio por embarque; principais mercadorias por embarque; Seguro novo ou não; CNPJ, Roubo ou desaparecimento; sinistro indenizado nos últimos 36 meses e Contatos pessoais (nome, email e telefone), a insurtech Transporte Seguro, apresenta a cotação em tempo real com emissão do certificado em até 24 horas.

Após responder esses detalhes na plataforma da Transporte Seguro, é possível acessar em tempo real a cotação do seguro para o transporte das cargas e obter contratação do seguro e a emissão imediata do certificado de cobertura do RCTR-C e do RCF-DC. Depois de 24 horas, já pode utilizar a sua apólice de transporte para realizar suas entregas. Esse foi o jeito inovador da Transporte Seguros para desburocratizar processos para cotação de seguros de transporte”, garante Manoel Resende.

A plataforma também faz a integração com a Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT). Produzida pela Fitinsur, também é interligada com importantes gerenciadoras de risco do País e sistema de averbações automáticas e é hospedada nos servidores da AMAZON.

O seguro de transportes é obrigatório por lei e “protege” contra acidentes e roubos de carga no Brasil. As transportadoras são obrigadas por lei desde 1967 a contratar o Seguro de Responsabilidade Civil do Transportador Rodoviário de Carga (RCTR-C). 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.