Tokio Marine: programa social para jovens em situação de vulnerabilidade social

0
271

A Tokio Marine segue seu trabalho de fomentar os pilares de ESG, diversidade e inclusão e diante do sucesso da primeira edição do Sementes do Brasil, no ano passado, repete – e amplia – o programa social em 2022. O principal objetivo do projeto é facilitar o ingresso no mercado de trabalho para jovens entre 16 e 18 anos de escolas públicas, bolsistas e em situação de acolhimento. Neste ano, o projeto será ampliado, com duas edições. A primeira teve início neste mês de março com foco em alunos de escolas públicas e bolsistas interessados em trabalhar na área de TI.

A versão Sementes do Brasil Tech começou no dia 15 de março com o apoio da FIAP e das ONG´s: Gerando Falcões, Crescer e CEAP. Foram selecionados 15 jovens a partir de 17 anos que estão cursando o 3º ano do Ensino Médico em instituições escolares de baixa renda. Eles terão quatro horas de aula/dia, três dias por semana, em um total de 190 horas de aulas. As aulas são presenciais.

O projeto será realizado até julho deste ano e a ideia é formar os participantes para trabalhar na área de TI da Tokio Marine ou indicar para outras empresas. Um dos objetivos da Seguradora é que outras congêneres do mercado de seguros possam aderir ao projeto para ampliar o número de jovens beneficiados. Além do custo com as aulas, a Tokio Marine vai disponibilizar vale transporte, vale lanche e apoio psicológico para os participantes. No final do programa, eles vão apresentar um projeto para os gestores de TI da Companhia.

“O apoio e incentivo a educação é um pilar estabelecido dentro da Tokio Marine e o sucesso da primeira edição do Sementes do Brasil mostra que estamos no caminho certo e agora precisamos acelerar o passo. Queremos ampliar o projeto e trazer outros parceiros para esta iniciativa”, afirma o diretor Executivo de Estratégia Corporativa da Tokio Marine, Masaaki Itakura.

Além da edição do Sementes do Brasil Tech, está prevista mais uma edição do programa no segundo semestre, priorizando os adolescentes em situação de acolhimento.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.